VILA NOVA E PIMENTA NA MUQUECA DEIXAM GEDDEL IRRITADO

O ministro da integração nacional e pré-candidato ao governo da Bahia, Geddel Vieira Lima, durante entrevista concedida na tarde deste domingo (30), em Itabuna, ficou irritado com as perguntas do radialista Vila Nova, e do blog Pimenta na Muqueca, relacionadas à denúncia do ministério público, que acusam o PMDB de “ferir” a legislação eleitoral, ao antecipar a campanha para as eleições de 2010.

Surpreso com a “ousadia” das indagações, Geddel pediu que o repórter Domingos (do Pimenta), identificasse para qual veículo estava trabalhando.

Veja na TV Gusmão.



3 responses to “VILA NOVA E PIMENTA NA MUQUECA DEIXAM GEDDEL IRRITADO

  1. Gostaria de falar a respeito desta matéria quando o repórter deixou o Senhor Ministro ds Integração Nacional nervoso, interessante é saber se este homem tão arrogante e prepotente pode ser governo de estado tão importante quanto o nosso, quem não lembra que ele veio dos braços de ACM, e numa certa convenção do PMDB, os históricos filiados foram decepcionados quando viram o Geddel entregando o PMDB, nos braços de ACM,hoje depois de comtemplado dpelo presidente LULA, com o ministério da Integração Nacional com muito dinheiro pra gastar se lança candidato a govermo da Bahia, traindo assim o governo Vagner quando o PMDBm dele foi comtemplado com duas secretarias e mais de 500 empregos, deixa o governo pra se lançar a Governo do estado com toda a panela do ex PFL, e agora o DEM, era só o que faltava. Jamais ele será governo deste tão importane estado, que os Pefelistas por quanto tempo sugaram e agora quer vim com o DEM e outros dá uma de salvador da pátria, a Bahia foi governada só por este grupo exceto o período de Waldir Pires, de lá pra cá foram 16 anos consecultivos de governo e o que fizeram por nosa querida Bahia. Basta de pelegos para governar esta Bahia, o Vagner precisa de mais um período para melhorar o seu projto de governo. Bssta de DEM,Geddel e quem quer que seja. Hoje a Bahia não dono, há um tempo atrás, tinha que nós conheciamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *