BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

WAGNER INAUGURA PONTE CAMAMU-ITACARÉ E DESTACA INVESTIMENTOS NO SUL DA BAHIA

wagner ponte camamu itacaré 3

Da Agecom.

A ponte sobre o Rio das Contas, que liga Camamu a Itacaré, inaugurada, nesta terça-feira (3), diminui a distância entre a capital e a região sul do estado, favorecendo, principalmente, o turismo e o comércio local. O trecho da BA-001, entre a BR-030 e Itacaré, possui 13,5 quilômetros de extensão, com investimento de R$ 37,3 milhões, sendo 13, 5 milhões só na ponte.

A obra completa a ligação direta entre Camamu-Itacaré, iniciada com a implantação de 34,3 quilômetros de outro trecho da BA-001, ligando Camamu ao entroncamento com BR-030, inaugurado em abril deste ano. Agora, o tempo de deslocamento entre as duas cidades foi reduzido de duas horas para 40 minutos. Antes, o trajeto era feito via Ilhéus, perfazendo 200 quilômetros.

O percurso direto, de 47,8 quilômetros, representa uma redução de quase de 70% da extensão, atendendo um antigo anseio da população. O investimento total na implantação dos novos trechos das BA-001 foi de R$ 94 milhões.

A previsão é que mais de 1.200 veículos trafeguem diariamente na rodovia. Além do turismo, os trechos visam beneficiar 850 mil pessoas dos municípios de Camamu, Itacaré, Itabuna, Ilhéus, Canavieiras Valença e Cairu.

Apesar de estar sendo inaugurada nesta terça, a ponte teve acesso liberado na semana passada e muitos motoristas já notaram a diferença. “A qualidade é muito boa. O acesso está ótimo, a pista está bem sinalizada”, afirmou o soteropolitano Milton Lemos.

Para o motorista Lucas Setuba, morador de Ubaitaba, o encurtamento na viagem é o principal beneficio da ponte e do trecho que liga Camamu a Itacaré. “É uma opção para quem quer conhecer a região. Você não precisa mais dar aquela volta toda pela BR-101. É só vir por Bom Despacho e pegar a estrada”.

A prefeita de Camamu, Ioná Queiroz, acredita que o turismo da cidade seja potencializado. Ela explica que Camamu oferece diversas atrações turísticas aos seus visitantes, porém ainda não é explorada, já que a maioria dos turistas está na cidade apenas de passagem, geralmente indo para Maraú, Morro de São Paulo, Boipeba e Itacaré.

“Acreditamos que, agora, o turismo em Camamu será desenvolvido. A população já está se conscientizando sobre o papel do turismo para o crescimento econômico local e a prefeitura, acreditando que a estrada poderá nos favorecer, prepara o município para receber os visitantes com toda infraestrutura adequada”, disse a prefeita.

Segundo o governador Jaques Wagner, a estrada vai beneficiar toda a região do Baixo Sul, potencializando a economia e o turismo local. “A estrada é importante para os municípios de Itacaré, Camamú, Maraú e outros, porque vai dinamizar a economia local e o turismo regional”.

Sinalização e meio ambiente

Uma das coisas que mais chamam atenção no trecho da BA-001, que liga Camamu ao entroncamento com BR-030, até Itacaré, é a paisagem. A vista do mirante para o Rio das Contas e outros rios que cortam os municípios e também para a Mata Atlântica encantam a todos que passam pelo local.

É difícil não parar depois de algumas das curvas da rodovia para olhar e até fotografar. A estrada ecológica oferece aos motoristas a oportunidade de ver animais silvestres, como macacos e micos, usarem a passagem feita só para eles no alto das árvores.

A moradora de Ilhéus, Ana Lívia Rosa Ribeiro, 37 anos, conferiu de perto a beleza e aproveitou para fotografar a paisagem do alto da passarela. “Muito boa. O acesso está ótimo, a pista sinalizada, a paisagem é maravilhosa. Fiquei encantada”. As placas de sinalização estarão em vários pontos indicando as opções mais seguras para os motoristas e informando sobre as localizações.

Para os pedestres, uma passarela toda de concreto completa a segurança da estrada que liga Camamu a Itacaré.

O governador enfatizou a importância da obra, que diminui a distância entre a capital e a região sul do estado, potencializando o turismo e a cadeia produtiva regionais. “Estamos com o projeto do novo porto, do novo aeroporto, da ferrovia e uma Zona de Processamento para Exportação (ZPE) naquela região. Portanto, é uma rodovia que serve para integração e vamos prepará-la para outros ciclos de desenvolvimento”, informou Wagner.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
novembro 2009
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30