BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

O GOVERNADOR E O “MORTO-VIVO”

Os adversários de Jabes Ribeiro podem até achar que é pirraça, mas, o Blog do Gusmão, observador atento da cena política, constatou o livre trânsito do ex-prefeito de Ilhéus com Wagner e sua cúpula.

Jabes faz política como profissão, não é um missionário. O acerto com o PT é eleitoral, puramente pragmático, sem fofoquinhas e rompantes explicitados de ciúmes.

Dizer que Wagner o adora, aí já é outra história, mas a verdade é que o homem está renascendo das cinzas, depois de um período de grande rejeição, após sofrer três derrotas consecutivas (2004, 2006 e 2008).

Durante a inauguração da mina Santa Rita, hoje (sexta/04), em Itagibá, presenciei várias vezes  o governador conversando com Jabes, na base do “pé de ouvido”, assim como o secretário de relações institucionais, Rui Costa, sempre solícito.

Uma fonte do governo nos contou que Jabes agiu como um bombeiro, nas duas crises do seu partido com o PT, na ocasião das denúncias do deputado estadual Paulo Rangel (PT), em relação à Bahia Pesca, e na recente operação “expresso”, que prendeu o empresário Paulo Carleto, da Rota Transportes, irmão de Ronaldo Carleto, membro do parlamento baiano, quadro importante do PP.

A atuação do “morto-vivo”, mas vivo do que morto, da política ilheense, agradou Wagner.

Wagner e Jabes: conversas frequentes.
Wagner e Jabes: conversas frequentes.

Rui Costa e Jabes: solicitude.
Rui Costa e Jabes: solicitude.
WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
dezembro 2009
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031