BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

AGÊNCIA DA ONU INICIA INVESTIGAÇÃO SOBRE SUSPEITA DE RADIAÇÃO NA ÁGUA DE CAETITÉ

Da Agência Brasil, publicada ontem (segunda/25).

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) da Organização das Nações Unidas (ONU) e a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) farão uma auditoria – de hoje (25) até o dia 3 de fevereiro – para verificar as instalações das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) e a qualidade da água da região. O pedido de auditoria foi feito pela própria estatal que é acusada de contaminar com radioatividade parte da água consumida pela população da cidade baiana de Caetité.

O consumo de água em três pontos da cidade foi proibido após notificação do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá), entidade ligada à Secretaria de Saúde do estado, apontando índices de radioatividade superiores ao permitido pelo Ministério da Saúde.

Dois pontos estão localizados na sede da INB. O terceiro, um poço utilizado para abastecimento de 15 famílias, fica na prefeitura do povoado Barreiro, zona rural de Caetité.

Em resposta, a INB divulgou uma nota afirmando que “dois dos três poços notificados pelo Ingá estão dentro da unidade da INB e são utilizados somente para fins industriais”, e que o o poço de Barreiro “fica a seis quilômetros da mina de urânio, não sendo possível pelo caminho natural das águas ter tido contato com material proveniente da sua unidade de produção”.

A nota afirma, ainda, que pode ocorrer aumento das concentrações de urânio nas águas subterrâneas do município de Caetité, uma vez que existe uma grande reserva natural de urânio na região.

“Não é a primeira vez que esse tipo de denúncia é feito em Caetité. Em outras situações apresentaram inclusive dados falsos que não foram confirmados em análises posteriores”, disse hoje (25) à Agência Brasil o presidente do Cnen, Odair Dias Gonçalves, referindo-se a denúncias feitas em 2008.

No caso do poço de Barreiro, Gonçalves garante que “não há como a contaminação ter sido causada pela INB”. Ele explica que o curso da água passa primeiro na localidade e, só depois, na empresa, a caminho do mar.

“Caetité é uma região uranífera. Com isso, naturalmente, pode vir a apresentar, em alguns pontos, traços de água com índices de radioatividade mais altos. Isso é perfeitamente normal”, acrescentou.

Segundo ele, a população “não precisa se preocupar” porque a Cnem tem um programa usual de inspeção de postos. “De qualquer forma vamos medir novamente o índice de radioatividade desses pontos, mas sem partir do pressuposto de que os números [apresentados pelo Ingá] sejam verdadeiros”, disse Gonçalves.

O Ingá informou que Caetité é o município que apresenta maior índice de câncer de todo o estado da Bahia. Por meio da assessoria, o instituto disse não ter como afirmar, ainda, a origem da radiação, e que a ele cabe apenas notificar as autoridades de que a água não estaria própria para consumo.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Uma resposta

  1. A CORRUPÇÃO É O GRANDE MAL DO BRASIL,

    ENVOLVE OS PODERES EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO.

    Faço parte dos cidadãos brasileiros que defendem a ética e a moralização da administração pública.

    Em 14 de novembro de 1994 fui readmitido a Indústrias Nucleares do Brasil-INB por decisão do Poder Judiciário, baseada no artigo 8º do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Federal de 1988, que concede anistia aos servidores punidos e demitidos por motivos políticos. Dentre os fatos que levaram-me a ser interrogado no famigerado SNI, destaco o de ter acusado, comprovando com farta documentação, irregularidades e corrupção que ocorriam no âmbito da administração da empresa em plena ditadura militar.

    Em 27 de agosto de 1996, após 21 meses sendo submetido a práticas fascistas, que atentam contra os direitos humanos, por ordem do então presidente da empresa Roberto Nogueira da Franca, continuar defendendo o patrimônio público, ter manifestado minha indignação com a comercializaçao de urânio lesiva a empresa e ser signatário do processo 96.0013879.6, abaixo, impetrado na Justiça Federal do Rio de Janeiro cobrando responsabilidades da transação efetuada, sou novamente demitido da INB, desta vez com a cumplicidade das autoridadades do governo Fernando Henrique Cardoso e a indiferença do próprio Presidente da Republica a quem relatei o caso.

    O urânio negociado com a empresa falida Nuexco, já levou a INB a gastar mais de U$ 10 milhões com a contratação de advogados, pagamento de diárias internacionais a diretores, servidores, advogados e passagens aéreas a Alemanha.

    Surpreende também a ausência do Congresso Nacional na autorização da transação e no acompanhamento dos desdobramentos lesivos ao erário, assim como a atuação do Tribunal de Contas da União-TCU, Controladoria Geral da União-CGU, Advogado Geral da União-AGU e Ministério Público.

    ROBERTO MACHADO
    [email protected]

    ACESSE http://uraniodobrasil.zip.net/ CONHEÇA A “TRANSAÇÃO COMERCIAL NA MODALIDADE ALUGUEL” COM URÂNIO BRASILEIRO, FIRMADA ENTRE A INDÚSTRIAS NUCLEARES DO BRASIL-INB E A EMPRESA ESTRANGEIRA “EM PROCESSO FALIMENTAR” NUEXCO NUCLEAR CORPORATION, ANO 1994, NO GOVERNO DO PRESIDENTE ITAMAR FRANCO E CONDUZIDA PELO ENTÃO DIRIGENTE DA INB, ROBERTO NOGUEIRA DA FRANCA, SEM NENHUMA GARANTIA, SEGURO OU CARTA DE FIANÇA. A NUEXCO “FALIU” LOGO APÓS RECEBER O NOSSO URÂNIO, QUE NÃO FOI PAGO NEM DEVOLVIDO, SIMPLESMENTE SUMIU, CAUSANDO ENORME PREJUÍZO AO BRASIL, RESULTANDO NO PROCESSO Nº 96.0013879.6, AUTUADO EM 14 DE AGOSTO DE 1996 NA 9ª VARA FEDERAL E, POSTERIORMENTE, TRANSFERIDO PARA A 15ª VARA FEDERAL.

    OS SIGNATÁRIOS DO PROCESSO, QUE CUMPRIRAM O ESTABELECIDO NO ARTIGO 37 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, AGUARDAM HÁ MAIS DE 15 ANOS A APURAÇÃO E OS RESPONSÁVEIS PELOS DANOS CAUSADOS AO ERÁRIO. PORÉM, PELO TEMPO DECORRIDO, TEMEM QUE O PROCESSO TENHA VIRADO ALMOFADA E TENHAM SENTADO EM CIMA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
janeiro 2010
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031