BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

“QUINCAS” PREFEITO

O reitor da UESC, Antonio Joaquim Bastos, vai se filiar a um partido político nos próximos dias. A intenção de "Quincas" é disputar a prefeitura de Ilhéus em 2012. Duas siglas disputam o passe do "magnífico": PMDB e PDT. Foto: Andrei Sansil.
WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

13 respostas

  1. Pelo amor de Deus, Ilhéus não aguenta mais uma aventura.
    Além do mais, o citado senhor é arrogancia e vaidade pura.

  2. KKKKKKKKKK!!!!!Fico indignada!!Agora todo mundo quer ser candidato a prefeito de Ilhéus!!!Gusmão o povo quer saber..Quantos pre candidatos nós já temos?????Todo mundo quer mamar nas têtas gordas da Viuvinha!!!!!!!!!

  3. Emfim, um bom nome para avaliarmos. Duro em algumas atitudes. Ouvi de um professor da UESC, que uma greve dos funcionários em uma outra gestão, tida como maleável, a mesma mandava chamar a polícia e fechava as portas. O “arrogante” (como dizem), deixou as portas abertas e nem cogitou chamar a polícia para alguma “emergência” quando enfrentou tais greves.

    Não podemos cair no simplismo de criticar todo nome pré-candidato a aparecer. Nem todos são “aventureiros”. Ilhéus não está em condições de se degladiar. Ou lutamos por um bem coletivo, ou vamos ficar vendo sempre a disputa de grupos não tão interessados assim na coletividade. Apenas na sua dor de barriga.

  4. REPITO O MESMO COMENTÁRIO QUE FIZ PARA O PESSOAL DO PSOL.
    COM ESSE TAL DE QUINCAS, PRECISO SER MAIS INCISIVO JÁ QUE ESTE SIM: OPORTUNISTA, CARA-DE-PAU, GASTADOR DE DIÁRIAS EM VIAGENS PERMANENTES E OU INVENTADAS … SOU ATÉ CAPAZ DE AMENIZAR O QUE DISSE SOBRE O MOÇO DO CONSELHO DE SAUDE, MAS ESSE RAPAZ DA UESC É SIMPLESMENTE UMA PIADA. NÃO TERIA MAIS DO QUE OS VOTOS DOS FILHOS.E OLHE LÁ, ISSO EU APOSTO.

    “É ISSO PRÓPRIO DAS TERRAS ARRASADAS: TODO MUNDO SE ACHA À ALTURA DE SER ISSO OU AQUILO. O QUE ESSAS PESSOAS QUE SURGEM COMO UM VULCÃO DE POSSIBILIDADES ESTAVAM ONDE OU FAZIAM O QUE, ENQUANTO ILHÉUS SE AFUNDAVA EM MISÉRIA E ESCANDALOS? ESTÃO ONDE HOJE, QUE NÃO TRAZEM À TONA OS PROBLEMAS CRIADOS PELOS ATUAIS GOVERNANTES, FOMENTANDO A INDIGNAÇÃO POPULAR?
    PERÍODO BEM PROPÍCIO AOS OPORTUNISTAS…(DESCULPE-ME SE NÃO É O CASO, MAS GATO ESCALDADO TEM MEDO DE ÁGUA FRIA”

  5. Ah, gente. Pelo amor de Deus, o professor Joaquim Bastos tem mostrado sim muita competência a frente da reitoria da UESC. A universidade hoje não é mais aquela de dez anos atrás. Os servidores são valorizados, novos cursos, novos equipamentos, maior orçamento, mais liberdade, muito mais qualidade. Não dá para entender pq tantos comentários negativos, tendo em vista o visível crescimento da UESC nos últimos tempos. Pelo amor de Deus, não sou funcionário da UESC nem do professor Joaquim Bastos, no entanto, reconheço o seu potencial político-administrativo. Se para alguns é melhor votar em Jabes Ribeiro, Jailson Nascimento, Cacá colchões, Mário Alexandre… é problema pessoal de cada um aliás, problema não, isso se chama DEMOCRACIA. Acredito ser este um bom nome sim. e com certeza outros virão e deverão ser avaliados também!

  6. ô meu deus, vai tratar o povo de Ilhéus com o mesmo descaso com que ele trata os estudantes da UESC!

  7. Sinceramente não sei qual o problema em ter Joaquim como prefeito de Ilhéus. Aventureiro ele não é, até porque conseguiu reeleição na reitoria da UESC, e com certeza fará sucessor, no caso a professora Adélia.
    Não sou funcionário nem estudante da UESC, mas tenho a minima noção de que ele conduziu com maestria o 3º maior orçamento da região, atras apenas de Itabuna e Ilhéus, mais de R$ 130 milhões por ano, sempre fechando os balanços anuais de forma correta, como em nenhuma outra universidade estadual da Bahia.
    Apesar de ser muito conhecido na UESC, Joaquim ainda passa despercebido no cenário político de Ilhéus, detalhe que pode ser trabalhado assim que ele sair da reitoria, dando lugar a Adélia.
    As únicas outras alternativas para Ilhéus seriam o procurador Israel Nunes ou o blogueiro Emílio Gusmão, que já demonstrou desinteresse pelo fazer político, ficando somente nas críticas.
    Abraços, de um velho observador.

  8. Será que essas pessoas conhecem o nobre reitor? QUINCAS. Se Ilhéus tiver a sorte de ter um gestor com a capacidade e a nobreza de Joaquim, com certeza daríamos um salto para o futuro.

  9. Conhecedor da competência administrativa do Sr. Joaquim, acredito que seja um grande nome a ser considerado. Talvez, ele não tenha a habilidade do “abraço com tapinha nas costas” – sinônimo da falsidade que a maioria dos políticos cara de pau tem – entretanto, tem mostrado ao longo da sua carreira boa habilidade na gestão pública.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas