ESTADO QUER RESTRINGIR USO DO PLANSERV

O governo da Bahia conseguiu, na última quarta-feira (17), aprovar a urgência de votação do projeto que reduz o número de procedimentos médicos disponíveis para segurados do PlanServ.

Para o coordenador-geral da APLB-Sindicato, professor Rui Oliveira, o estado quer restringir o acesso dos servidores à assistência médica paga pelo próprio funcionalismo.

A proposta do Executivo limita procedimentos médicos e aumenta a contribuição do servidor ao Planserv em até 45,93%.

Segundo Rui, o governo quer ditar para o servidor quantas vezes ele pode adoecer e precisar de urgência, de assistência médica. A categoria estuda a possibilidade de fazer uma manifestação no dia da votação do projeto, que ainda não tem data para acontecer.



5 responses to “ESTADO QUER RESTRINGIR USO DO PLANSERV

  1. É o governo democrático do PT. Se eles (os governantes)tem UTI aérea, paga com a nossa contribuição, porque se preocupar com os servidores? Que saudade de Toinho Malvadesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *