BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

ORDENS DA BAMIN: PREFEITURA ESCONDE AÇÕES DOS AMBIENTALISTAS

A imagem que desagradou a Bamim: Rui Rocha à esquerda de Newton Lima.

Por Emílio Gusmão

A influência da Bamin no governo do prefeito de Ilhéus, Newton Lima, é fortíssima.

Os homens fortes do Paranaguá, na teoria representantes da população como um todo, estão, na verdade, a serviço da mineradora que mentiu ao afirmar a inexistência de recifes de corais em Ponta da Tulha. A mesma Bamin que irresponsavelmente, cria expectativas demasiadas de geração de emprego, evidenciadas no parecer técnico do IBAMA emitido em 8 de novembro de 2010.

Para agradar a Bamin, a prefeitura esconde a atuação dos ambientalistas em benefício da cidade.

No dia 06 de junho, no Palácio Paranaguá, Newton Lima regulamentou o Parque Marinho de Ilhéus, unidade de conservação de espécies ameaçadas de extinção, principalmente do Mero Canapu.

O Instituto Floresta Viva, presidido pelo Professor Rui Rocha (contrário ao Porto Sul), teve participação importantíssima na viabilização de recursos para a UESC, que serão utilizados no fomento à pesquisa.

Durante a solenidade, apesar do prefeito ter agradecido a Rui Rocha, na divulgação oficial, o papel do Floresta Viva foi esquecido, propositalmente.

Na última terça-feira (23), durante reunião, mais uma vez no Salão Nobre do Paranaguá, Renato Cunha, coordenador do Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá), apresentou o projeto do 1º Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica no Estado da Bahia, cujos recursos virão do Ministério do Meio Ambiente.

A articulação do Instituto Floresta Viva e da ONG Ação Ilhéus, presidida por Socorro Mendonça (também contrária ao Porto Sul), foi decisiva junto aos grupos Gambá e SOS Mata Atlântica, organizações que definiram Ilhéus como a primeira cidade da Bahia a receber um plano municipal de conservação.

O material informativo divulgado pela prefeitura, mais uma vez omitiu a importância dos ambientalistas de Ilhéus, na configuração do projeto.

Percebe-se que há, explicitamente, o objetivo de facilitar a marginalização dos ambientalistas, impedindo a desconstrução da imagem negativa junto à opinião pública. A prática, difundida pela Bamin por meio das pomposas verbas distribuídas à imprensa, visa perpetuar o lugar-comum: “os ambientalistas nunca fizeram nada por Ilhéus”.

O governo Newton Lima – sobretudo a secretaria de meio ambiente – está curvado aos interesses da mineradora, e é um instrumento dessa mentira.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

5 respostas

  1. Gusmão

    Parte do que você escreveu eu concordo. Peço permissão para discordar ao que se refere à Secretaria do Meio Ambiente. Entendo que existe sim uma ação de mineração, mas não é na Secretaria do Meio Ambiente ou na Chefia de Gabinete, nem na Secretaria de Planejamento, etc.
    Chamou muito a atenção de todos que conhecem o processo do Parque Marinho, a omissão do Instituto Floresta Viva. Caso seja da Secretaria do Meio Ambiente, certamente não é do Secretário e aí eu não quero crer que o Partido interfira nessas questões, o que seria muito estranho, ainda mais que são pessoas comprometidas com o Meio Ambiente que estão na Diretoria do Partido daquela Secretaria.
    Que é estranho é. Ao contrário, é notória a promoção de Organizações outras no município, principalmente se elas são favoráveis aos empreendimentos ou trabalham para empreendedores que serão beneficiados. É realmente estranho. Eu percebi e publiquei logo no FB quando vi o release. Eu Prefiro dizer que a Prefeitura está agindo assim.

  2. Emílio,

    É verdade que a Bamin parou de distribuir esmolas e já não é mais a patrocinadora “master” da Corida Temática da Costa do Cacau?
    Outro ponto: qual a extensão do Parque Marinho de Ilhéus? Porque, ao que me perece, se realmente pretendem construir o terminal marítimo do Porto Sul nas Prais do Norte, a menos de dois quilômetros do condomínio Mar e Sol(proximidades da Juerana), acredito então que o terminal ficaria dentro das águas do Parque, não é mesmo? Isso será permitido, isso seria legal?

    Até breve,

    Dirceu Góes

  3. Notadamente a mineradora Bamin hoje pode ser conseiderada um cancer colocado no nosso municipio e até nossa região uma segunda vasoura de bruxa com poderes para destruir além do meio ambiente, a sociedade e os poderes constituidos.
    Infiltrada e comandando todos os setores publicos estaduais e municipais e inclusive bancando instituições laranjas em nome de um desenvolvimento que nao será o de ilhéus ou região e sim o seu próprio.

    O DESENVOLVIMENTO DO PÓ DE FERRO DO CAZAQUISTÃO.

    Esse plano é antigo , assim foi NA ELEIÇÃO Do conselho da APA DA LAGOA ENCANTADA E RIO ALMADA.
    Tinham que tirar a qualquer custo as pessoas e entiddes que são contrarias a seu projeto nebuloso.

    Manipularam a eleição da APA DA LAGOA ENCANTA E RIO ALMADA e colocaram todas as entidades que fazem parte do seu grupo para compor o conselho.
    Até o regimento interno do “CONSELHO” foi aprovado na primeira reunião deste ano e se quer foi analisado pelos “CONSELHEIROS” indicados pela BAMIN.
    O conselho da APA SEGUE as orientações da BAMIN
    vEJAM os filmes (abaixo)da eleição em que um dos dirigentes da bamin sinaliza para o Sr. Paulo Novaes da Sema para não acatar o edital emitido pelo próprio estado.

    http://www.youtube.com/watch?v=8tJWBswqa4k

    http://www.youtube.com/watch?v=DQunVzmDzaU

    http://www.youtube.com/watch?v=ZHDKXdAqscc
    http://www.youtube.com/watch?v=eHuowStfQqY
    hthttp://www.youtube.com/watch?v=eHuowStfQqY
    http://www.youtube.com/watch?v=Bt1Uek-UaM

    A democracia em que vivemos hoje na região fica sobre a batuta da BAMIN.
    QUEM É CONTRA TEM QUE FICAR DE FORA
    essa é a lei do PÓ DE FERRO

  4. Dirceu Goes.
    A poligonal não é no condominio Mar e Sol, é na Juerana que por questoes obvias, por ser uma comunidade que tem uma associação que luta contra esse projeto por saber que ele vai acabar com a fonte de renda de Juerana que é o turismo a mineradora BAMIN tambem orientou que fosse mudado o nome para aritaguá e colocado o nome do condominio.

    A poligonal no litoral é dentroda Juerana. Quem conhece o litoral norte sabe.
    A vila de Aritaguá dista quase 1 km da primeira linha da poligonal.

    Paulo emilio

  5. Leiam e entendam o que a Constituição Federal (ora vigente) normatiza a respeito das questões ambientais. Que aliás está colocada de forma transversal e prioritária….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas