VAGAS DE EMPREGO PARA ILHÉUS NA TERÇA-FEIRA

Os interessados devem se dirigir à unidade do SineBahia no SAC, sala 13, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro de Ilhéus. É necessário levar carteira de trabalho, RG, CPF e Comprovante de Residência.

O atendimento é feito unicamente de forma presencial. A divulgação das vagas é de responsabilidade do Sine-Ilhéus e valem para terça-feira (07). Na maioria das oportunidades é necessário ter experiência nas funções.

  • Auxiliar de Manutenção Predial

Ensino Fundamental Completo
06 meses de experiência
01 vaga

  • Farmacêutico

Ensino Superior Completo, Formação em Farmácia
1º emprego
01 vaga

  • Caldeireiro

Formação: Ensino Médio Completo
06 meses de experiência
01 vaga

Clique no leia mais e confira outras oportunidades.

(mais…)

ATO PÚBLICO DOS SERVIDORES DO IFBA-ILHÉUS

Em greve há quase dois meses, professores e funcionários administrativos do IFBA, que tem campi em Ilhéus, e o IFBaiano farão um ato público no centro de Ilhéus na próxima quarta-feira (08), a partir das 10h.

A greve dos institutos integra o movimento nacional por melhorias na educação, que reúne também universidades federais de todo o país.

A categoria reivindica investimentos estratégicos na educação, como expansão responsável dos institutos, qualificação do professor e a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na educação.

ROLAND E A UPA DA ZONA SUL

Roland Lavigne.

Ex-secretário de saúde, que prefere não se identificar, garantiu ao Blog do Gusmão que o ex-deputado Roland Lavigne, hoje candidato a vereador, não tem interesse na instalação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na zona sul de Ilhéus.

Durante um bom tempo, Roland teria utilizado os vereadores Alcides kruschewsky e Aldemir Almeida (ambos do PSB) para fazer um lobby junto ao prefeito Newton Lima, objetivando impedir a construção. Nas eleições municipais de 2008, o ex-deputado apoiou os dois parlamentares.

Segundo o ex-secretário, a UPA impediria que a clínica de Roland (Vidamedi) se consolidasse como alternativa para os usuários do SUS, na parte sul de Ilhéus.

Para o azar de muitos, e para a “sorte” de Roland, coincidentemente o terreno reservado para a UPA, no Nossa Senhora da Vitória, foi invadido.

Roland aceitaria que o posto de saúde do Hernani Sá recebesse a UPA? Sendo vereador, apresentaria um projeto com essa proposta?

O espaço está aberto para que o ex-deputado possa dar explicações, caso julgue necessário.

COMBATE À VASSOURA DE BRUXA GANHA ALIADO

O 1º lote do biofungicida, capaz de combater a vassoura de bruxa, já começou a ser produzido, segundo a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac).

O produto deve chegar ao mercado já nesse mês. O quilo do biofungicida sairá em torno de 5 reais.

Produtores rurais que participaram dos testes com o produto afirmam que houve grande melhora nos locais onde foi aplicado, diminuindo a incidência dos ataques do fungo.

De acordo com o fitopatologista João Costa, o biofungicida atua como parasita do fungo da vassoura de bruxa. “Esse fungo coloniza a vassoura de bruxa competindo por espaço e nutriente com o fungo que está no interior da vassoura seca. Consequentemente o biofungicida não deixa produzir estruturas reprodutivas na vassoura de bruxa. Com isso o fungo da vassoura não tem condições de se perpetuar na natureza”.

CARMELITA VISITA O INTERIOR DE ILHÉUS

Zona rural recebeu a visita de Carmelita.

No fim de semana, a candidata petista à prefeitura de Ilhéus, Carmelita Ângela, visitou localidades do interior de Ilhéus para falar com os moradores, discutir projetos e melhorias e apresentar propostas.

A caravana da candidata do prefeito Newton Lima (PT) percorreu os distritos de São João, Aritaguá, Sambaituba, Urucutuca, Vila Campinhos, Vila Olímpio e Ribeira das Pedras.

MINISTÉRIO VAI APURAR FALHAS NA INSPEÇÃO DO CACAU IMPORTADO

Primeira carga com insetos foi identificada há um mês. A segunda, na semana passada.

Representantes da Associação de Produtores de Cacau (APC) participaram de uma reunião com o secretário de defesa agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ênio Marques, na última semana em Brasília.

O encontro foi motivado pela preocupação com a chegada recente ao Porto de Ilhéus de duas cargas importadas da amêndoa com insetos vivos, vindas da Costa do Marfim.

O temor é a entrada de pragas e doenças no país. As cargas foram importadas por multinacionais que atuam no processamento de cacau no país.

Ao jornal Valor Econômico, Ênio Marques disse que as preocupações dos produtores são legítimas e que houve falhas do órgão certificador da Costa do Marfim, do serviço brasileiro que concedeu a licença para internalizar a carga, sem ter feito a análise do produto, e também do setor de classificação que poderia ter feito o tratamento da carga.

Marques afirma que, na semana passada, autoridades brasileiras comunicaram aos órgãos competentes da Costa do Marfim sobre o ocorrido e foram suspensas as certificações feitas pelo país africano para o cacau a ser embarcado ao Brasil.

O presidente da APC, Guilherme Galvão, disse que a reunião com o secretário foi bastante proveitosa. “Ficamos tranquilizados com as providências que serão tomadas”, afirmou.

JABES FAZ GRANDE CAMINHADA PELO PONTAL

Jabes na caminhada pelo Pontal.

No último sábado (04), o prefeiturável do PP, Jabes Ribeiro, reuniu milhares de apoiadores numa caminhada pelo Pontal, na zona sul de Ilhéus.

O ato é considerado o maior da campanha eleitoral ilheense, iniciada há um mês.

Na caminhada, JR recebeu das mãos de seu ex-vice prefeito, José Henrique Abobreira, uma carta reivindicando a revitalização da Praça São João Batista, uma das mais conhecidas da cidade.

REBOLANDO PEDRAS

Por Jamal Padilha

Não transcorre tanto tempo de quando numa rodada de conversas entre amigos na Praia do Futuro-Fortaleza-CE, um dos convivas (cearense) já bem “cervejado”, me saiu com essa frase em defesa dum político da terrinha, criticado àquele momento: “Vocês ficam rebolando pedra no homem!”.

Confesso que um tanto constrangido pela ignorância da frase, ainda tentei diversas associações ilativas garimpando em busca do sentido figurativo do “rebolando pedras”… Fiquei “cafangando” (aqui é prosódia baiana) ate a hora em de ir tirar água do joelho; aquela relaxante mijada, quase um ritual naquele banheiro improvisado, todo molhado e fedorento naquela barraca de praia. Aproveitei a presença de cearenses que também drenavam a água dos joelhos e, sem maiores constrangimento nomeio daquele “chuvaréu” – (aqui é lá do Sul) – ruidoso de mijões; perguntei na tampa ao que estava mais próximo: Veí! O que significa rebolar pedra, na dialética cearense? E ele, já balançando o dreno; parou o balançar, olhou na minha direção e lascou: _ Dialé?… O que moço?

(mais…)

A MARIA MACHADÃO DO VERDADEIRO BATACLAN

Do Globo

Marias…

Não é só Ivete Sangalo que agrada ao público como Maria Machadão, em “Gabriela”. Na vida real, o entra e sai de clientes ainda mantém movimentado o Bataclan, em Ilhéus, criado nos anos 20. Mas lá, quem comanda o “cabaré” é a atriz Maria Cândida Souza, de 64 anos, que interpreta a mesma personagem da cantora. À primeira vista, alguns podem estranhar a diferença de idade, mas Candinha, como é chamada, explica por que também satisfaz a galera.

— Fiquei surpresa por Ivete fazer bem o papel mesmo sendo tão jovem. Maria Machadão é uma senhora madura, como eu, que assume uma posição de comando. Cafetina não tem mais idade para ser quenga, pois não fica bem competir com as novinhas — explica Candinha.

(mais…)

RODOVIAS E FERROVIAS BAIANAS PODEM ENTRAR NO “PAC DAS CONCESSÕES”

Governo federal pretende conceder malhas para garantir a modernização do setor.

O Governo Federal deve anunciar, ainda este mês, novas concessões nas áreas de infraestrutura, como anunciou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, em junho.

Depois dos aeroportos, o novo alvo da União são rodovias e ferrovias em todo o país. Segundo o jornal Valor Econômico, no pacote, apelidado de “PAC das Concessões”, serão oferecidos à iniciativa privada cerca de 5,7 mil quilômetros de rodovias e 5 mil quilômetros de ferrovias.

No pacote das concessões de infraestrutura o governo também chegou a uma definição sobre a execução de obras de ampliação nas primeiras concessões de rodovias, repassadas na década de 90 para o setor privado.

A possibilidade de prorrogar os contratos dessas concessões seria uma saída para que as empresas executassem essas obras, que passaram a ser necessárias por conta do aumento de tráfego.

Na Bahia, inicialmente deve entrar no pacote de concessões rodoviárias todo o trecho da BR-101 que corta o estado.

Sobre as ferrovias, o plano das concessões ferroviárias inclui, segundo o Valor, a ligação de Belo Horizonte a Aratu, na Bahia. A reportagem não cita a Ferrovia de Integração Oeste –Leste (FIOL), que está com as obras paralisadas (veja aqui).

O plano de concessão vem aliado ao de expansão da malha. Todas as obras deverão ser construídas com bitola larga, uma estrutura mais moderna e capaz de suportar grandes volumes de carga, e seguir o modelo de “via aberta”. Dessa forma, qualquer transportador ferroviário tem acesso, mediante pagamento de pedágio à operadora dos trilhos.

Apesar da urgência em colocar as medidas em prática, o governo ainda deverá percorrer um longo caminho até leiloar os projetos e assinar os contratos. Segundo especialistas, o prazo mínimo entre a conclusão do projeto e a publicação dos editais é de 9 meses.

“NÃO VOU ECONOMIZAR EM RECURSOS HUMANOS E COMPETÊNCIA”, AFIRMA JABES

Jabes em entrevista ao A Região.

O jornal A Região dessa semana traz entrevista com o candidato a prefeito de Ilhéus pelo PP, Jabes Ribeiro.

Na conversa, JR fala dos motivos que o levaram a tentar retornar ao comando da cidade e comenta sobre a situação caótica do município, segundo ele, causada pelos últimos dois governos (Valderico e Newton Lima).

Mais a frente, comenta sobre um possível futuro governo: “[pretendo] Trabalhar em dois fronts, um deles a gestão. Não vou economizar em recursos humanos e competência. Confira.

Por que quer voltar a ser prefeito de Ilhéus?
Sinceramente, não fazia parte dos meus planos voltar a disputar as eleições em Ilhéus. Disputei em 2006 para deputado estadual e acreditei que seria eleito, mas acabei sendo vítima da minha própria confiança e da relação que mantinha com algumas lideranças, entre as quais o ex-governador Paulo Souto e deputado federal Paulo Souto.

Mas por que essa vontade de retornar ao cargo de prefeito?
Infelizmente, depois de oito anos de governos de Valderico Reis e Newton Lima, Ilhéus encontra-se no caos. Isso pela incompetência, inaptidão para a vida pública e falta de vocação para gerir um município da importância de Ilhéus.

Então foi com base no que o senhor vê como erros que tentará voltar a administrar Ilhéus?
Tudo que aconteceu nos últimos anos foi um verdadeiro atraso, um grande retrocesso em todos os aspectos.

Homem público como eu, que tem compromisso com Ilhéus, não poderia abrir mão dessa tarefa, do desafio de reorganizar minha cidade, com mais experiência, com uma vivência maior a nível estadual e federal.

A entrevista completa você confere clicando aqui.

E AGORA?

Reproduzimos nota da coluna Malha Fina, do jornal A Região.

O blog O Sarrafo lembrou: o grupo de Carmelita teve os três últimos secretários da Saúde Doente de Ilhéus e depois “doou” a secretaria aos irmãos Metr…, ops, Lavigne, em troca de apoio à sua candidatura. Vai prometer o que?