ILHÉUS: PT USA HORÁRIO DOS CANDIDATOS A VEREADOR PARA ATACAR ADVERSÁRIO. JUSTIÇA VEDA A PRÁTICA

A coligação “Ilhéus Mais Forte”, liderada pela candidata do PT, Carmelita Ângela, vem usando parte do tempo do programa eleitoral destinado aos candidatos a vereador para atacar oponentes.

Em pelo menos quatro inserções no programa dessa quinta-feira (30) aparecem referências, sem citar nome, ao candidato do PP, Jabes Ribeiro.

O programa usa o termo “a turma que quer voltar” e diz para o eleitor escolher “alguém que não promete que vai fazer”. Mais a frente, usa um jinglle que diz “o J aqui já era”.

Segundo o Artigo 43 da resolução Nº 23.370 do Tribunal Superior Eleitoral, que pauta a propaganda eleitoral deste ano, “É vedado aos partidos políticos e às coligações incluir no horário destinado aos candidatos às eleições proporcionais propaganda das candidaturas a eleições majoritárias, ou vice-versa, ressalvada a utilização, durante a exibição do programa, de legendas com referência aos candidatos Inst nº 1162-41.2011.6.00.0000/DF 24 majoritários, ou, ao fundo, de cartazes ou fotografias desses candidatos (Lei nº 9.504/97, art. 53-A, caput)”.

No mesmo artigo, inciso 2º, o TSE ratifica a posição: “É vedada a utilização da propaganda de candidaturas proporcionais como propaganda de candidaturas majoritárias e vice-versa (Lei nº 9.504/97, art. 53-A, § 2º)”.

No artigo 42, inciso 1º, a resolução proíbe também o uso do horário para satirizar ou ofender adversários.

Se for denunciada e provada a infração, o PT e toda sua coligação pode ficar fora do horário eleitoral.

Ouça abaixo o programa dos candidatos a vereador onde aparecem inserções criticando o adversário.


PROG. POLITICO 30-08-2012 by Andrei Sansil Blog

JORGE LUIZ DESTACA INVESTIMENTOS NA EDUCAÇÃO, SAÚDE E GOVERNABILIDADE

Jorge Luiz.

Na noite de ontem (quarta, 29), o radialista Ciro Zatele recebeu o candidato do PSOL à prefeitura de Ilhéus, Jorge Luiz. Confira os principais pontos da conversa.

Crescimento da campanha – Jorge destaca o “crescimento assustador” de sua campanha e afirmou que sua vitória será uma derrota imposta pelo povo aos “dois candidatos do governador Jaques Wagner”.

Educação – Afirmou que o problema desse setor é de tempos passados, não só do último governo. Criticou o que chamou de “farra dos alugueis”, segundo ele, para beneficiar aliados do governo, em detrimento da construção de espaços próprios para as escolas. Defendeu a interação entre educação padrão e esporte, artes.

Sobre as creches, argumentou que é preciso ampliar a rede, dando suporte às crianças e às mães. Afirmou que é preciso firmar parcerias com a iniciativa privada para que as empresas ofereçam espaços desse tipo.

Atração de empresas – Defendeu a concessão de estímulos fiscais para atrair empresas e, em contrapartida, cobrar investimentos das corporações na cidade.

Governabilidade – Jorge Luiz disse que sua aliança é unicamente com o povo de Ilhéus. A falta de sintonia com os governos federal e estadual não vão afetar o jeito de governar nem a concretização dos projetos.

Saúde – Falou da necessidade de um “plano emergencial” para a saúde, com postos de saúde estruturados e servidores motivados. Defendeu a “pactuação” do sistema único de saúde e revitalização do Hospital Regional.

Finalizando o ciclo de entrevistas, os estúdios do programa Cidade Informe recebe nessa quinta-feira (30) a candidata do PT à prefeitura, Carmelita Ângela, a partir das 18h.

Ouça a entrevista.


JORGE LUIS NO CIDADE INFORME 29 08 12 by Andrei Sansil Blog

ALIADOS SE ENGALFINHAM EM CRUZ DAS ALMAS

Jean sofre ataques pesados da própria base.

Uma entrevista do candidato a vereador em Cruz das Almas, Edson Ribeiro (DEM), está causando grandes prejuízos à campanha de seu aliado, Raimundo Jean (PMDB), que busca novamente o comando da cidade.

Edson foi o vice na gestão de Raimundo Jean e, agora, seu irmão, Ednaldo Ribeiro (PTC), ocupa o posto na coligação.

No áudio divulgado na propaganda eleitoral do candidato Valtercio (PT), Edson Ribeiro faz pesadas acusações à administração de que fez parte, deixando agora o seu irmão e o candidato do PMDB em saia justa.

A entrevista de Edson Ribeiro, publicada no Jornal Conexão (veja aqui), em dezembro de 2011, também foi reproduzida nas rádios da cidade. Nela, Edson Ribeiro afirma, entre outras coisas, que a gestão de Raimundo Jean foi mal avaliada pela população, além de acusar o ex-prefeito, e aliado, de perseguir a Santa Casa de Misericórdia de Cruz das Almas, deixando de repassar os recursos à entidade.

Ribeiro também afirma na entrevista que o “método dele governar já não é pra Cruz das Almas”, e que, segundo ele, a cidade precisa de outro modo de fazer política, mais “moderno”.

Raimundo Jean teve a sua candidatura impugnada, com base na Lei da Ficha Limpa, por ter suas contas rejeitadas tanto no TCE quanto no TCU. O candidato recorreu da decisão.

Se as notícias já não eram boas, com a divulgação da entrevista o quadro piorou. Nas redes sociais, este é o assunto do momento em Cruz das Almas.

Agora Jean tem que administrar as críticas contundentes de um de seus principais aliados e liderança maior do DEM em Cruz das Almas.

JABES GARANTE IMPLANTAÇÃO DA UPA NA ZONA SUL

Reunião no Pontal contou com grande participação popular.

A precária situação da saúde em Ilhéus foi um dos temas debatidos pelo candidato a prefeito Jabes Ribeiro (PP) e seu vice, Cacá Colchões (PMDB), com líderes do Movimento Pontalense de Cidadania, na noite de terça-feira, 28, no Fredesko.

O evento, conduzido pelo ativista político José Henrique Abobreira, contou também com as presenças do procurador federal Israel Nunes, arquiteto Fred Costacurta e dos candidatos a vereador da Coligação Por Amor a Ilhéus, Jamil Ocké, Kareka, Maria Luiza Heine, Soraya Lisboa e Graça Mendonça (PP) e Ivo Evangelista (PRB).

A instalação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na Zona Sul é compromisso de Jabes com a população do Pontal e demais bairros daquela área da cidade.

JR ressaltou que sem o comprometimento da sociedade civil é difícil alcançar as transformações necessárias que a cidade necessita. Sobre as demandas apresentadas, Jabes enfatizou que a nova ponte Ilhéus-Pontal é extremamente fundamental para os bairros e localidades da zona sul.

FÁBIO MAGAL DEFENDE PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PARA SERVIDORES DA SAÚDE

Fábio Magal

O candidato a vereador Fábio Magal (PSC) sai na frente e anuncia, se for eleito, que fará uma atuação enérgica em favor dos funcionários da secretaria de saúde de Ilhéus.

Entre as pretensões de Magal, está a criação do plano de carreira, cargos e salários para esses servidores. Segundo o candidato, a categoria está desmotivada com as baixas remunerações, sem perspectiva de crescimento profissional.

Nos últimos anos, a categoria tem sido obrigada a recorrer à justiça do trabalho, para obter aumentos relacionados à acumulação de tempo de serviço (biênio e etc).

Se eleito, Magal pretende reunir os sindicatos e associações dos trabalhadores na saúde, desde os agentes comunitários, até médicos e enfermeiros, para iniciar as discussões e formular um plano. De acordo com o candidato, a medida vai garantir ganhos reais e salários condizentes.

“Os guardas civis municipais e os trabalhadores da educação já possuem planos de carreira. Vou lutar para que os servidores da saúde se organizem e desenvolvam uma proposta para que eu apresente na câmara”, afirmou Magal.

SÉRGIO GABRIELLI VEM A ILHÉUS E RECEBERÁ DOCUMENTO COM REIVINDICAÇÕES

Gabrielli.

No facebook, o ativista político José Henrique Abobreira convoca uma frente para elaborar um documento que será entregue ao secretário estadual de planejamento, José Sérgio Gabrielli.

Gabrielli ministrará uma palestra sobre aspectos da economia baiana e brasileira, no dia 03 de setembro, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Segundo Abobreira, o documento cobrará principalmente agilidade do governo do estado na implantação da nova ponte ligando o centro da cidade ao Pontal, promessa antiga do governador Jaques Wagner.

Outras reivindicações, como a duplicação da BR 415 e a inauguração do Departamento de Polícia Técnica (DPT), também serão cobradas.