BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

NEWTON LIMA PODE SER INDICIADO POR FRAUDE EM LICITAÇÃO

Newton Lima.
Newton Lima. Foto: Andrei Sansil/Blog do Gusmão.

O ex-prefeito de Ilhéus, Newton Lima, começa a colher os resultados de sua questionável administração.

A primeira ação de muitas que deve enfrentar na justiça já foi proposta pelo Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Karina Cherubini.

Além do ex-prefeito, a ação civil de responsabilidade por ato de improbidade administrativa atinge também a empresa de informática ‘E & L Produções de Software LTDA’.

Segundo o MPE, o ex-gestor pode ser indiciado por contratação de serviços de informática sem licitação, em formato irregular e com preço superfaturado.

De acordo com as provas apresentadas pelo MP, Newton Lima, quando prefeito de Ilhéus, anunciou a carta-convite para a locação de software para atender diversas áreas da prefeitura. Além do edital não ter sido precedido de projeto, a minuta do contrato não indicava o prazo de contratação, tendo sido declarada vencedora a empresa ‘E & L Produções de Software LTDA’.

O contrato firmado trazia um prazo de 90 dias a um preço global de R$ 70 mil, a ser pago em três parcelas.

No entanto, frisa a promotora de Justiça na ação, “um dia depois de sua assinatura, o contrato já sofreu a sua primeira alteração, passando a valer por sessenta dias, sem redução do preço”.

A partir de então, continua Karina Cherubini, a cada dois meses, “sem qualquer justificativa”, o contrato foi sendo prorrogado, atingindo sete meses de duração, de 06 de abril de 2010 a 06 de novembro de 2010, no valor total de R$ 245 mil, mediante o desembolso mensal de R$ 35 mil.

Na ação, a promotora de Justiça argumenta que o uso contínuo do programa e o valor de sua locação “eram suficientes para justificar a sua compra pelo Município, em lugar de um aluguel superfaturado”. 

Caso a Justiça acate a proposta do MP, os réus podem ser condenados à suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa, proibição de firmar contrato com o poder público, receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente.

Além disso, o MP pediu à justiça a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito até o valor de R$75 mil, correspondente ao dano provocado ao Município.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

4 respostas

  1. Se fôssemos um país sério esse cara o secretário das casas Bahia e outros que ficaram ricos, inclusive um analfabetão valentão que tem por aí, tavam todos presos. Mas no Brasil pode tudo, república de bananas.

  2. Newton está colhendo o que plantou, deu super poderes ao ambicioso Jorge Bahia, que afastou todos de Newton, e administrou a prefeitura de Ilhéus como se fosse a sua empresa de Informática ou a Loja Fundamental.

  3. NAO SEI NAO VI A DISTACIA ,SO SEI POR COMENTARIO ,SOU NEUTRO AS AUTORIDADES GOVERNAMENTAIS MAIS,ESPERO QUE COM BOA COMUNICAÇAO OCORRA ACORDOS DE CAVALHEIROS :ATT SOU DE ORIGEM (POBRE ) MAS ESTOU PERSSEVERANDO ATRAVES DAS OPORTUNIDADES QUE O GOVERNO NOS OFERECE ;NOVA IGUACU RJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
fevereiro 2013
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728