BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

JUSTIÇA MILITAR LIBERTA POLICIAIS QUE ARRASTARAM CLÁUDIA DA SILVA

Depois de ser baleada durante confronto entre PMs e traficantes, Cláudia foi arrastada por mais de 200 metros.
Depois de ser baleada durante confronto entre PMs e traficantes, Cláudia foi arrastada por mais de 200 metros.

Ontem (quinta-feira 20), a juíza Ana Paula Pena Barros, da Auditoria da Justiça Militar, decidiu libertar os subtenentes Adir Serrano Machado e Rodney Miguel Archanjo e o sargento Alex Sandro, presos desde segunda-feira 17. No domingo 16, no Rio de Janeiro, eles colocaram a auxiliar de serviços gerais Cláudia Silva Ferreira no porta-malas da viatura, a porta do compartimento abriu e a mulher foi arrastada por cerca de 250 metros.

Segundo a juíza, os policiais não estavam no local onde Cláudia foi baleada durante confronto entre traficantes e outros militares. Os acusados chegaram depois e socorreram a vítima. A magistrada alegou ainda que “não é possível afirmar que os PMs” sabiam que a auxiliar de serviços gerais estava sendo arrastada e “ignoraram” esse fato. “Ao contrário, o que mostram as imagens é que a viatura parou e dois policiais desceram e a colocaram de volta na viatura”, acrescentou.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
março 2014
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31