“BANCADA DE JABES É UMA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS”, DIZ ALISSON MENDONÇA

Vereador Alisson Mendonça. Imagem: Blog do Gusmão/Thiago Dias.
Vereador Alisson Mendonça. Imagem: Blog do Gusmão/Thiago Dias.

Conversamos hoje (3) por telefone com o vereador Alisson Mendonça (PT). Segundo ele, ontem a mesa diretora da Câmara de Ilhéus tentou colocar em votação o projeto de lei do Executivo para atualização do código tributário municipal.

Quando a mesa diretora tentou colocar o texto em votação, Alisson solicitou que  o advogado, corretor e membro do Conselho Regional de Corretores de Imóveis, Carlos Lessa, pudesse falar novamente aos vereadores sobre a análise que fez do projeto. O especialista identificou incongruências na proposta.

Conforme Carlos Lessa, se o texto for aprovado como está, alguns proprietários do bairro Teotônio Vilela que pagaram R$ 400 de IPTU nesse ano pagarão quase R$ 1.400 em 2015 – assista a íntegra do comentário.

De acordo com Alisson, o vereador Luiz Carlos (Escuta – PP) foi instruído por telefone a convidar o chefe do setor de tributos do município para também falar aos vereadores sobre o projeto. O petista disse que o servidor convidado pouco acrescentou ao debate. “Ele até concordou com os equívocos apontados por Carlos Lessa, mas, não apresentou os ‘remédios'”.

Segundo Alisson, o servidor disse que o governo já reuniu sua bancada para apresentar as alterações do texto. Isso prova que “eles insistem em discutir esse projeto dentro do gabinete”, critica.

O parlamentar revela que o chefe de tributos do município “mostrou desconhecimento sobre o texto, porque o projeto foi comprado pronto, é fruto de um contrato de prestação de serviço”.

Sob pressão e sem realizar sequer uma audiência pública sobre o projeto, os quatorze vereadores aliados a Jabes aprovarão hoje o novo código tributário, lamentou Alisson. “A bancada [do governo] se comporta como uma secretaria de assuntos legislativos”, disparou.



3 responses to ““BANCADA DE JABES É UMA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS”, DIZ ALISSON MENDONÇA

  1. Parabenizamos o futuro Prefeito da “EX-PRINCESINHA DO SUL”: ÁLISSON MENDONÇA”. Infelizmente, o Jabes Ribeiro, monitorado pelas suas vaidades, se esqueceu e menospreza as suas “indeletáveis” raízes sociais….

  2. Considero bastante lúcido e esclarecedor todo o conteúdo deste artigo que resulta da entrevista do Blog com o Vereador Alisson Mendonça. A população não teve acesso às mínimas informações sobre esse arrocho, senão àquelas à que a imprensa obteve.
    A exemplo do que aconteceu ontem no Congresso Nacional, está virando rotina a predominância do absolutismo governamental e a truculência antidemocrática implantadas pelos os eleitos pelo povo. Sem nenhuma audiência pública, sem nenhuma discussão, sem que o povo e a sociedade organizada refletisse qualquer diagnóstico sobre esse decreto/derrama, os governistas nos enfiam goela abaixo um édito irrecorrível que certamente pesará sobre a nossa já empobrecida economia familiar.
    Se nos deparamos com uma câmara de vereadores apêndice e extensão do gabinete do senhor prefeito, resta ao povo buscar socorro na Justiça, interpondo numa ação cível publica em busca de mínimo resguardo dos nossos direitos constitucionais enquanto podemos usufruí-lo. A persistir o modelo governamental implantado, há fortes indicativos de que estamos à beira de termos amputados esses direitos.

  3. O Pl do Código tributário nao pode nem ser discutido nem votado. pelo que me consta existe o veto do prefeito as emendas do projeto da LDO/2014 para ser apreciado pela Casa. Segundo o Regimento Interno e a Constituição Federal nenhuma matéria poderá ser discutida nem aprovada enquanto um veto estiver na casa para ser apreciado ou seja enquanto o veto nao for apreciado a pauta fica sobrestada (trancada) e as outras matérias obviamente prejudicada qto a sua tramitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *