PREFEITURA DE ILHÉUS VAI ATRASAR 13º DE PARTE DOS SERVIDORES

Charge: Duke.
Charge: Duke.

Nessa sexta-feira, 19, a Prefeitura de Ilhéus informou que não conseguirá pagar até esse sábado, 20, o décimo terceiro salário de 10% dos seus servidores. A maioria receberá o vencimento amanhã, prazo limite para o recolhimento do INSS. O governo explica que “no mês de dezembro de 2014 a transferência do Fundo de Participação dos Municípios – FPM – foi reduzida em R$ 3.500.000,00”. A situação deve ser regularizada até 31 de dezembro. Leia a íntegra abaixo.

“Em que pesem todos os esforços feitos ao longo do ano de 2014, garantindo o cumprimento do pagamento em dia dos salários dos servidores municipais, o ajuste fiscal perante às obrigações do Governo Federal e as medidas necessárias de adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), e considerando que:

1.   O índice de comprometimento da folha de pagamento de pessoal foi reduzido de 78% para 62%, mas ainda se mantém acima do limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 54%;

2.   Em virtude do alto valor da folha de pagamento e as demais obrigações, a administração municipal tem priorizado o compromisso com os servidores, o que tem impedido a realização de obras e melhoria dos serviços para o conjunto da população;

3.   Foram suspensos no mês de dezembro os pagamentos aos fornecedores a fim de reunir os recursos necessários para o pagamento do 13º salário dos servidores;

(mais…)

COMISSÃO DO CONSELHO DE SAÚDE REPROVA RELATÓRIO DE GESTÃO DO GOVERNO JABES

Conselheira Távila Guimarães apresenta parecer da Comissão de Acompanhamento e Avaliação. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão.
Conselheira Távila Guimarães apresenta o parecer negativo da comissão. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Nessa quarta-feira, 17, na reunião do Conselho Municipal de Saúde (CMS), a Comissão de Formulação, Acompanhamento e Avaliação do Planejamento apresentou parecer negativo sobre o relatório de gestão de 2013 da secretaria municipal.

Segundo a relatora da comissão, Távila Guimarães, o relatório do governo apresentou informações que não puderam ser comprovadas “no cotidiano das unidades de saúde”. Por exemplo, segundo a gestão em 2013 a rede municipal foi abastecida com “insumos de qualidade” e em “quantidade suficiente”.

De acordo com Távila, o relatório afirma que a secretaria elaborou um plano de carreiras, cargos e salários, no entanto, o governo não disponibilizou cópias aos conselheiros apesar de terem sido solicitadas. Membro da comissão, o conselheiro Makrisi Angeli afirmou que nenhum servidor da secretaria de saúde conhece o plano que o relatório do governo diz existir.

Quanto ao demonstrativo de utilização dos recursos do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus,  a Comissão de Avaliação do Planejamento decidiu acompanhar o parecer da Comissão de Análises de Finanças, que apontou “indícios de irregularidades” nas contas de 2013 da secretaria.

A culpa é do “sistema”

A ex-secretária de saúde e representante do governo, Marleide Figueiredo, afirmou que os equívocos do relatório foram ocasionados por limitações impostas pelo sistema de apoio ao relatório de gestão (SARGSUS). Segundo ela, seria interessante se os conselheiros pudessem conhecer o instrumento disponibilizado pelo ministério para melhor avaliar o trabalho dos gestores.

Gleiciane Birschner.
Gleiciane Birschner.

Gleiciane Birschner, ex-secretária de saúde de Una (quando o pai era prefeito), agora representante da secretaria ilheense, disse que não vê “razão” para reprovar o relatório. Segundo ela, o pedido de reprovação foi muito “pesado”.

Fred Oliveira.
Fred Oliveira.

O governo propôs o adiamento da avaliação, com intuito de prestar esclarecimentos e discutir o relatório com mais tempo e calma. Fred Oliveira, presidente do conselho, colocou a proposta em votação.

Seis conselheiros votaram contra o adiamento: Jorge Luiz, Joaques Silva, Reinan Gomes, Távila Guimarães, Antonio Carlos e Célia Cardoso. Cinco decidiram a favor: Antonio Ocké, Julio Guzmán, Iolando Sousa, Naide e Diala.

Confusão

Antonio Carlos mudou o voto. Ele disse que o conselheiro Reinan o confundiu na hora do debate. O presidente decidiu realizar outra votação. 

O conselheiro Makrisi saiu antes da primeira votação, mas, voltou a tempo de participar da segunda.

Com a mudança de opinião de Antonio Carlos e o voto contra de Makrisi, a votação ficou empatada em seis a seis. O presidente desempatou a favor do adiamento.

Julio Guzmán.
Julio Guzmán.

Revolta

A confusão revoltou os conselheiros contrários ao adiamento. Eles deixaram a sede do conselho antes do final da reunião. O conselheiro Julio Guzmán, atual diretor do Hospital Regional, reprovou a saída dos colegas e questionou se há alguma pena prevista para esse tipo de atitude.

O secretário de Saúde, Antonio Ocké, também lamentou a saída antecipada dos conselheiros. “Parece que só querem reprovar e reprovar”.

A reunião foi encerrada por falta de quórum. A data da votação ainda não foi marcada. O parecer da comissão está disponível neste link.

Comentário do blog.

Começam a surgir indícios de que o governo Jabes aparelhou o Conselho Municipal de Saúde. Determinados membros da mesa diretora podem estar sob a influência de relações que fogem à etica.

Fora isso, não nos parece correto aprovar um relatório de gestão que cita um plano de carreira inexistente, ou, desconhecido.

Afirmar que os postos de saúde, em 2013, foram abastecidos com insumos em número suficiente, ignora as constantes queixas da população sobre a falta de medicamentos. No primeiro ano de governo, geralmente os gestores “arrumam a casa”. Será que tudo aconteceu de maneira tão satisfatória?

BRADESCO ALAGADO

Esta é a agência do Bradesco que fica em frente ao SAC, no Centro de Ilhéus. O nível da água ultrapassa a altura dos tornozelos da cliente do banco. A imagem circula no WhatsApp e foi registrada nessa sexta-feira, 19.
Esta é a agência do Bradesco que fica em frente ao SAC, no Centro de Ilhéus. O nível da água ultrapassa a altura dos tornozelos da cliente. A imagem circula no WhatsApp e foi registrada nessa sexta-feira, 19.

SAMUEL CELESTINO “JOGA A TOALHA” E ADMITE POSSIBILIDADE DO MINÉRIO DA BAMIN EM ARATU

Samuel Celestino.
Samuel Celestino.

Samuel Celestino, espécie de vedete do jornalismo baiano, já admite a possibilidade do minério de ferro da mina de Caetité ser escoado pelo Porto de Aratu, em Salvador.

Publicamos com exclusividade a disputa judicial entre Zamin e ENRC (sócias da Bamin) na justiça inglesa. Para a nossa surpresa, pela primeira vez Celestino publica algo que coloca o empreendimento no “mar agitado das dúvidas”.

Desconfiamos: fonte bem posicionada do governo estadual abriu os olhos do patrono do Bahia Notícias.

A ENRC não tem caixa e o BNDES, depois de apostar nos projetos mirabolantes de Eike Batista, não vai financiar esse empreendimento.

O minério de ferro despencou. Hoje vale $ 70 a tonelada, antes $ 140. Enquanto isso, o governo do estado tem pressa e as sócias da Bamin querem deixar a empresa e se livrar do projeto.

Aratu é a alternativa menos dispendiosa para os investidores privados.

Leia o texto de Samuel Celestino.

QUER UM TRABALHO? SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS SEGUNDA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis na próxima segunda-feira (22), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Serviços Gerais

(EXCLUSIVA PARA PCD)

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 3 meses de experiência

  • 3 Vagas

Cabeleireiro

  • 4 meses de experiência

  • 3 vagas

Manicure

  • 3 mês de experiência

  • 3 vagas

(mais…)

DEFESA CIVIL SOCORRE FAMÍLIAS DOS ALTOS DO COQUEIRO, SANTA INÊS E UBERLÂNDIA

Imagem ilustrativa: Alfredo Filho/Secom.
Imagem ilustrativa: Alfredo Filho/Secom.

Segundo informações da Defesa Civil de Ilhéus, na manhã dessa sexta-feira foram registrados deslizamentos no Alto do Coqueiro (4 famílias desabrigadas), Alto da Santa Inês (3 famílias desabrigadas), alto da Uberlândia (3 famílias desamparadas).

Os desabrigados foram encaminhados para o Estádio Mario Pessoa.

Não há registro de mortes.

As famílias vitimadas pela chuva devem ligar para a Defesa Civil de Ilhéus, por meio dos números (73) 888 1-8500 ou (73) 3234-3597.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Ednaldo Azevedo, a manhã de hoje registrou 4 horas de chuva ininterrupta e 62 milímetro de índice pluviométrico.

Desde a última segunda-feira, 15, Ilhéus registra 172 mm de chuvas.

CHUVA ALAGA AVENIDA ITABUNA, CENTRO E CIDADE NOVA

A chuva torrencial que tomou conta de Ilhéus na manhã de hoje alagou várias ruas do Centro e Cidade Nova e a Avenida Itabuna. A situação é preocupante.
A chuva torrencial que tomou conta de Ilhéus na manhã de hoje alagou várias ruas do Centro e da Cidade Nova. Na Avenida Itabuna, em frente ao Posto Brasil, um carro foi arrastado. A situação é preocupante. Imagem: Alisson Mendonça.
IMG_3230
Carro arrastado em frente ao antigo depósito da 6ª Dires.
Cidade Nova: avenidas Bahia e Osvaldo Cruz alagadas.
Cidade Nova: avenidas Bahia e Osvaldo Cruz alagadas.

VOTO POPULAR: MÚSICO ILHEENSE DISPUTA FESTIVAL DE GAMA

Sérgio Di Ramos.
Sérgio Di Ramos.

Professor da Faculdade de Ilhéus, o compositor e cantor Sérgio Di Ramos disputa uma vaga na fase final da seleção para o Festival de Música Popular de Gama (DF). A classificação depende do voto popular via internet.

Clique aqui para ouvir a música “Águas de Quixeramobim” e dar seu voto ao compositor ilheense. 

Sérgio também classificou a música Rosário de Licuri para o Festival Edésio Santos, realizado nesse ano em Juazeiro (BA). Tupynamjazz, disco mais recente do compositor, conta com participações especiais como as de Chico Lobo, Barbará Leite e Quinteto Violado.