BRASILEIROS FICAM MAIS CONECTADOS QUE ASSISTINDO TV, DIZ PESQUISA DE MÍDIA

Ministro ThomasTraumann apresenta a Pesquisa Brasileira de Mídia 2015. Imagem: Iano Andrade/Gabinete Digital.
Ministro ThomasTraumann apresenta a Pesquisa Brasileira de Mídia 2015. Imagem: Iano Andrade/Gabinete Digital.

Do Blog do Planalto

Maior levantamento sobre os hábitos de informação dos brasileiros, a Pesquisa Brasileira de Mídia 2015 (PBM 2015) confirma que brasileiros passam mais tempo navegando na internet do que assistindo TV. No entanto os dados mostram a televisão ainda como meio de comunicação predominante (maioria dos entrevistados diz assistir); o rádio continua o segundo meio de comunicação mais utilizado pelos brasileiros; e os jornais são os veículos mais confiáveis. Os dados foram apresentados pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), nesta sexta-feira (19), no Palácio do Planalto.

Os usuários de internet ficam conectados, em média, 4h59 por dia durante a semana e 4h24 nos finais de semana, superior ao tempo médio que brasileiros ficam expostos ao televisor, respectivamente 4h31 e 4h14. Praticamente a metade dos brasileiros, 48%, usa internet. O percentual de pessoas que a utilizam todos os dias cresceu de 26% na PBM 2014 para 37% na PBM 2015. O hábito de uso da internet também é mais intenso do que o obtido anteriormente. De acordo com a pesquisa de 2014, o tempo médio conectado era 3h39 por dia durante a semana e 3h43 nos finais de semana.

Uma função dessa pesquisa é orientar a aplicação dos recursos do governo em publicidade. Tem que levar em consideração que a internet cresce como meio de comunicação mais utilizado, que os jornais são mais confiáveis, mas têm uma penetração menor. Que a TV tem um alcance gigante, mas capta menos a atenção das pessoas, todas essas informações serão levadas em consideração, disse o ministro da Secom, Thomas Traumann.

(mais…)

A OPÇÃO SOCIALISTA: UMA VIDA EM DEFESA DOS OPRIMIDOS

abobreira-ternoPor José Henrique Abobreira

Ainda menino, nos meus 12 anos, assistia nas esquinas do comércio do centro de Ilhéus aquelas aglomerações, geralmente em portas de agências de banco (naquela época os bancos eram as catedrais do século 20, no dizer do grande Ariano Suassuna) que refletiam a pujança da economia regional.

Sempre se destacava o discurso monocórdio de algum figurão do cacau, relatando as providências que tinha tomado em relação a determinado assunto (normalmente sobre a crise de preço da amêndoa ou pedidos de obras de “infraestrutura”). Era o modelo de voz única no painel social da região cacaueira, cujo mosaico foi tão bem retrado por Jorge Amado nos seus romances sobre ilhéus e todo território grapiúna.

 A organização dos trabalhadores, o mundo das reivindicações sindicais e das associações comunitárias ainda eram motivo de assombro para a elite e raiz de incompreensões e perseguições, haja visto a repressão com a prisão de lideranças trabalhistas, principalmente, após o golpe militar de 64. Nessa época vários líderes de classe pagaram caro pela “ousadia”. Eronildes Abobreira dos Correios e Telégrafos, Bina dos ferroviários, Madureirão e Osório dos portuários e muitos mais valorosos combatentes sociais ou militantes comunistas foram presos e recambiados para quartéis militares de Salvador.

(mais…)

AQUISIÇÃO BILIONÁRIA DEIXA NAS MÃOS DE TRÊS EMPRESAS 60% DO PROCESSAMENTO MUNDIAL DE CACAU

Imagem: Ana Paula Boni/Folhapress.
Imagem: Ana Paula Boni/Folhapress.

Da Folha de S. Paulo

A aquisição das operações de processamento de cacau da ADM (Archer Daniels Midland) pela Olam, anunciada nesta semana, por US$ 1,3 bilhão, arremessa a companhia à primeira divisão no campeonato do chocolate. E também deixa o setor sob o controle de três empresas.

A Barry Callebaut, companhia suíça de cacau e chocolate; a Cargill, trading de commodities norte-americana, uma empresa de capital fechado; e as operações de cacau recentemente expandidas da Olam responderão por aproximadamen- te 60% do processamento mundial de cacau, quando a aquisição da divisão de cacau da ADM for concluída.

Esse é o mundo das gigantes do chocolate.

O setor, que transforma as amêndoas de cacau em manteiga, pó e licor de cacau usados para produzir chocolates e flavorizantes para sobremesas e doces, vem passando por um processo de forte concentração de propriedade, nas últimas décadas, em razão de a atividade requer investimento intensivo de capital.

(mais…)

LIXO NA PRAÇA DO PONTAL INCOMODA LEITOR

Leitor crítica falta de "sensibilidade" de quem jogou lixo na Praça do Pontal.
Leitor critica falta de “sensibilidade” de quem jogou lixo na Praça do Pontal.

Um leitor registrou a imagem acima na quinta-feira, 18. A foto mostra sacolas de lixo ao lado de uma árvore da Praça São João Batista, no bairro Pontal, em Ilhéus. 

A praça está em reforma. Em parceria com a Prefeitura de Ilhéus, o grupo Cidadelle assumiu a responsabilidade pela obra. O projeto foi doado pela arquiteta Simone Flores. Segundo o leitor, parece que nada disso sensibilizou as pessoas que resolveram jogar as sacolas de lixo ali. 

Para completar, a imagem mostra ao fundo o palco do “Natal na Praça”, evento realizado pela paróquia do bairro. O leitor reclama que o lixo virou a decoração inconveniente da festa. Segundo ele, as sacolas foram colocadas no início da tarde, mas, o caminhão que recolhe os resíduos só passa pelo local às 19h. “Além do lugar inapropriado, ainda escolheram a hora errada”.

CRISE HÍDRICA? A SABESP VAI MUITO BEM, OBRIGADO!

heitor Scalambrini CostaPor Heitor Scalambrini Costa

O que acontece com o Estado de São Paulo na questão da água é um exemplo do que pode acontecer em outros estados e cidades brasileiras, segundo dados recentes publicados pela ANA (Agência Nacional de Águas). Portanto, aprender e tirar lições deste episódio poderá ajudar gestores públicos e a sociedade a não repetir os erros que foram cometidos, e conviver melhor com uma situação que veio para ficar.

A crise hídrica, como ficou conhecida, não ocorreu por uma única causa, ou por um único erro cometido, nem tampouco pela falta de chuvas – mesmo considerando que esta seca é uma das piores dos últimos 84 anos. Na verdade foi um conjunto de fatores que levou a maior cidade brasileira, sua região metropolitana e várias cidades importantes do interior do Estado a sofrerem o desabastecimento de água.

A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), empresa que administra a coleta, o tratamento, a distribuição de água, e também o tratamento dos esgotos, é uma das maiores empresas de saneamento do mundo, e uma das mais preparadas do Brasil – com um corpo técnico altamente qualificado, e dispondo de uma boa infraestrutura. Assim pode-se afirmar sem dúvida que a causa principal de tamanha incompetência foi a sua administração voltada ao mercado, voltada ao lucro, que trata a água, um bem essencial à vida, como uma mera mercadoria.

Em 1994, a Sabesp se tornou uma empresa de capital misto, com a justificativa de que vendendo parte de suas ações conseguiria mais recursos financeiros para investir nos sistemas de abastecimento de água e de saneamento. Depois de 20 anos, o controle acionário se encontra nas mãos do Estado, que detém 50,3% das ações (metade negociada na BMF/ Bovespa, e a outra metade na Bolsa de NY), ficando os 49,7% restantes com investidores brasileiros (25,5%) e estrangeiros (24,2%)

(mais…)

PROJETO DO NOVO IPTU DE ILHÉUS VAI À SEGUNDA VOTAÇÃO

Vereador James Costa defende novo IPTU. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.
Vereador James Costa defende projeto do novo IPTU. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Esta marcada para a tarde da próxima terça-feira, 23, a segunda votação do projeto do novo IPTU de Ilhéus. Na primeira, ocorrida na madrugada do último dia 10, doze dos treze vereadores presentes aprovaram a proposta enviada à Câmara pela Prefeitura de Ilhéus. Os seis parlamentares da oposição abandonaram a sessão antes do fim. Segundo eles, a bancada do governo Jabes Ribeiro atropelou a tramitação do texto, impedindo o amplo debate e a participação de entidades sociais nas discussões.

Vereadores aliados ao governo Jabes assumiram a defesa do projeto “com unhas e dentes”. Por exemplo, o vereador James Costa tem repetido que o novo IPTU vai isentar pequenas propriedades, o que beneficiará os cidadãos mais pobres. Segundo ele, todas as residências construídas por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida ficarão livres do imposto a partir de 2015.

BBC MOSTRA CONDIÇÕES DEGRADANTES EM FÁBRICA DE IPHONE NA INDONÉSIA

Exausta, funcionária dorme na linha de montagem do Iphone 6. Imagem: BBC/Reprodução.
Exausta, funcionária dorme na linha de montagem do Iphone 6. Imagem: BBC/Reprodução.

De O Globo

LONDRES — Um programa exibido pela BBC nesta quinta-feira está causando mal-estar entre a emissora e a Apple. A reportagem “Apple quebrou as promessas” mostrou as condições degradantes às quais os funcionários de uma fábrica da Pegatron em Xangai — que produz iPhones 6 — estão submetidos, como longas jornadas de trabalho e ausência de descanso semanal. Em uma mina de estanho na Indonésia, os jornalistas flagraram crianças trabalhando. Em e-mail assinado por Jeff Williams, vice-presidente global de operações, a empresa mais valiosa do mundo rebateu as acusações e se disse “profundamente ofendida”.

Repórteres da emissora britânica conseguiram se infiltrar como funcionários e mostraram turnos exaustivos de 12 horas diárias de trabalho, que em alguns dias chegaram a 16 horas, sem que os trabalhadores pudessem optar por não cumprir as horas extras. Um dos jornalistas foi obrigado a trabalhar por 18 dias seguidos, sem direito a qualquer folga.

— Mesmo que estivesse com fome, eu não conseguia me levantar para comer. Só queria deitar e descansar — relatou um repórter.

(mais…)