BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

MARCOS PENNHA: MORADORES DE RUA CARECEM DE ATENÇÃO

Sem casa, sem educação, sem trabalho, … sem dignidade*

Marcos PennhaPor Marcos Pennha

Cresce assustadoramente o número de moradores de rua e pedintes no Brasil. Isso devido ao crescimento populacional desordenado, o que produz os mais diversos males humanos.

Crianças são postas no mundo sem o mínimo de planejamento familiar. Daí a formação desse amontoado de gente sem nenhuma perspectiva de vida digna. Gente que se aventura no mundo perigoso do uso das drogas ilícitas. Tudo isso aliado à negligência dos governos com as políticas públicas de saúde, educação, habitação e tudo mais.

Em Ilhéus, não é diferente. Moradores de rua afligem a população. Incomodam pedindo alimentos, produtos – às vezes, para vender – e dinheiro, certamente para comprar a ‘porcaria’.

Recentemente, um jovem que perambula pelo centro da cidade bagunçou numa lanchonete localizada na rua Jorge Amado.  Chegou, inclusive, a agredir funcionários e clientes, de acordo com a declaração da funcionária em vídeo espalhado nas redes sociais.

São inúmeros os sujeitos (homens e mulheres) em condições subumanas que causam transtornos. Agridem crianças, idosos e mulheres; afugentam clientes do comércio, ou, no mínimo, mesmo inofensivamente, constrangem ao pedir, com o estado aparente de completa miserabilidade. Cenário desolador!

Necessária se faz a ação URGENTE do governo municipal, por meio das secretarias de Desenvolvimento Social  – cadastrando essa gente –, de Saúde e de Indústria e Comércio. A Câmara Municipal, conhecida como a “casa do povo”, precisa criar leis que contemplem esses cidadãos que vivem à margem da sociedade.

Os membros da sociedade civil representada (Câmara de Dirigentes Lojistas/CDL, Associação Comercial, Maçonaria, Lions, Rotary, …) podem e devem participar ativamente, contribuindo com sugestões.  Dessa forma, há de se encontrar o direcionamento para cada caso, tendo por finalidade solucionar ou minimizar essa questão crucial.

Marcos Pennha é jornalista e assessor de comunicação.

*Artigo publicado originalmente no Diário de Ilhéus.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

3 respostas

  1. Vários governam passaram e fizeram vistas grossas, o calçadão Jorge Amado está infestado de pedintes, drogados e malucos, infelizmente ninguém faz nada, polícia, guarda municipal, secretaria d bem estar!!! Absurdo isso!!!!!

  2. VAI QUALQUER UM DE NOS FALAR QUALQUER COISA OU MESMO DAR UMA RECLAMAÇÃO A UM DESSES MELIANTES, OU SEJA MORADOR DE RUA, APARECE UM MONTE DE IRMÃ DULCE E DIREITOS HUMANOS, PARA DEFENDE-LOS, A MAIORIA DESSES MELIANTES, LHE PEDI ALGO E QUANDO VOCÊ NÃO DAR, ELES ACHAM RUIM E QUANDO NÃO XINGAM FAZEM CARA FEIAS, LEMBRO MUITO BEM QUE NAS ANTIGAS SE RESOLVIA ESSES PROBLEMAS ASSIM A UMAS 3 DÉCADAS A TRÁS, A PREFEITURA PEGAVAM ELES COLOCAVAM EM CIMA DE UMA CAÇAMBA E LARGAVAM EM OUTRAS CIDADES, MAIS O QUE ESTÁ ACONTECENDO E QUE ILHÉUS E Á CIDADE MAIS PRÓXIMA QUE TEM PRAIAS.

    Cordialmente,

    Nilza Ramos

  3. Caro Joranlista, parabéns pela observação! Realamente, aqui em Ilheus as coisas estão passando dos limites. Ja presenciei vários inconvenientes causados por estas pessoas desde estacionamentos, praças e estabelecimentos comerciais. Acredito que isso gera uma imagem negativa para aqueles que vem conhecer a cidade e sao assustados a todo instante com esses pedintes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
setembro 2017
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930