“PRIMEIRO EMPREGO” BENEFICIA SAÚDE DA BAHIA

Os egressos atendem pacientes e atuam na parte administrativa. Imagem: Alberto Coutinho/GOVBA.

Em um ano, o Governo do Estado da Bahia, por meio do Programa Primeiro Emprego, inseriu 4.370 estudantes da Educação Profissional e Tecnológica no mercado de trabalho.

De acordo com o governo, diversos setores assinaram a carteira dos estudantes cadastrados na iniciativa. Dentre as áreas beneficiadas pelo programa, a saúde é uma das que mais comportam os novos egressos no mercado de trabalho. Atualmente, 462 jovens atuam em policlínicas e hospitais.

O coordenador do Primeiro Emprego no âmbito da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Henrique Falck, destacou o papel do jovem na saúde da população baiana. “Esses jovens fazem parte do processo de ampliação e dinamização da saúde. Nós temos técnicos em toda a rede direta e estamos iniciando a inclusão deles na parte indireta da gestão. O objetivo é que essa força de trabalho chegue para inovar, dando sugestões e melhorando a assistência direta ao paciente”.