POLÍCIA NÃO DESCARTA HIPÓTESE DE ASSASSINATO DO PREFEITO DE ITAPITANGA

Dernival foi encontrado dentro do seu quarto, com uma marca de tiro no peito e uma arma ao seu lado. Montagem: JornalSportNews.

Constatada no início da manhã desta quinta-feira (15), por volta das 6 horas, a morte do prefeito Dernival Dias Ferreira (PSB) abalou a rotina dos cerca de onze mil habitantes de Itapitanga, cidade do sul da Bahia.

Ainda sem data prevista para conclusão, o trabalho dos peritos da Polícia Técnica é aguardado para lançar luz sobre as circunstâncias da morte do mandatário encontrado morto, com uma marca de tiro no peito. Para a Polícia Civil, por se tratar de uma suspeita, a hipótese de suicídio não descarta a de assassinato.

Vizinhos informaram à Polícia Militar que ouviram o que pareceu ser o barulho do disparo de uma arma fogo vindo da casa do prefeito, aproximadamente às 5h30min desta quinta. Os policiais encontraram um revólver ao lado do corpo de Dernival.

O resultado da perícia será importante para averiguar a presença de pólvora no corpo de Dernival e, eventualmente, de impressões digitais de outra pessoa no local.

Dias era alvo de investigações do Ministério Público Federal. No mês passado, a Justiça Federal determinou o bloqueio de bens avaliados em R$ 2.346.431,84 do prefeito e de outros 36 suspeitos de envolvimento em desvios de recursos federais da educação e da saúde.

Com a morte do prefeito, o comando do município passará ao vice-prefeito de Itapitanga, Ro de Beto (José Roberto), também do Partido Socialista Brasileiro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *