CURSO DE GASTRONOMIA DA MADRE THAÍS RECEBE VISITANTES

A gastronomia é uma das profissões que mais ganharam espaço no Brasil nos últimos anos. Prova disso é a grande quantidade de programas de culinária na tevê, como reality shows, e a valorização do crítico gastronômico. Entretanto, o profissional dessa área tem responsabilidades que vão muito além do modismo, muitas delas sem glamour nenhum.

É o que pensa a coordenadora do curso superior em Tecnologia da Gastronomia da Faculdade Madre Thaís (FMT), a professora Renata Sampaio Mafra de Santana. A graduação Madre Thaís é a única da área em Ilhéus e toda a região sul do estado.

O recém-formado costuma ser contratado por restaurantes, mas também lida com temas como segurança alimentar e gestão de funcionários e das finanças de um restaurante. Pode se especializar em confeitaria, panificação ou num tipo específico de culinária, como japonesa, francesa ou vegetariana. Além de acompanhar o dia a dia da cozinha, negocia com fornecedores e elabora estratégias de marketing. Planeja cardápios, avaliando a disponibilidade de ingredientes, e entende de bebidas.

Na Faculdade Madre Thaís, o curso pode ser concluído em 1.760 horas/aula, ou dois anos e meio ininterruptos. O estudante pode escolher entre o turno matutino e o noturno. O aluno passa a maior parte do tempo na cozinha, aperfeiçoando habilidades como o manuseio de instrumentos e técnicas de preparo. Recebe noções de higiene e segurança alimentar e aprende a organizar eventos e banquetes. Estuda conteúdos de administração e marketing, como custos, gestão de pessoas e empresarial, mas com ênfase menor do que no bacharelado.

Interessados podem conhecer o curso. Basta agendar uma visita com a professora Renata Sampaio de Santana, por meio do telefone (73) 3222-2330 ou do e-mail [email protected]

UM NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO PARA ILHÉUS

O vereador Gil Gomes (PV).

A Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou ontem (21) o requerimento 53/2018, do vereador Gil Gomes (PV). O texto solicita à Prefeitura de Ilhéus a criação de um departamento de desenvolvimento econômico para o município.

Conforme o requerimento aprovado de forma unânime, o departamento deverá traçar estratégias, executar ações sistemáticas para o desenvolvimento industrial, comercial, agropecuário, gastronômico e turístico do município. A ideia é tornar a cidade favorável para  o investimento de empreendedores.

Recentemente, em discurso na Câmara, Gil lamentou o fato de uma fábrica de refrigerante ter trocado Ilhéus por Itabuna. Segundo o vereador, com o núcleo voltado para a atração de negócios sustentáveis, o governo municipal vai ter melhores condições para dialogar com possíveis investidores.

SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 35 VAGAS DE EMPREGO NESSA SEXTA-FEIRA

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas ficarão disponíveis nessa sexta-feira (23).

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

LAVADOR DE CARROS (PCD)

Exclusivo para pessoas com deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

1 VAGA

MECÂNICO DE AUTOMÓVEL

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na função

1 VAGA

AUXILIAR MECÂNICO DE AUTOMÓVEL

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na carteira

1 VAGA

TRABALHADOR RURAL

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na carteira

Disponibilidade para morar no local de trabalho

1 VAGA

(mais…)

APROVAÇÃO DE CONTAS ABRE “APETITE” POLÍTICO DE AZEVEDO

Vitória na Câmara atesta influência política do Capitão em Itabuna.

Em 2013, a Câmara de Vereadores de Itabuna reprovou as contas do exercício financeiro de 2011 do município. Responsável pelo balanço, o ex-prefeito Capitão Azevedo (PTB) recorreu. Ontem (21), quase cinco anos depois e com nova composição, o Legislativo aprovou o recurso e livrou o ex-mandatário da inelegibilidade.

A decisão dessa quarta-feira contrariou o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA), que havia recomendado a reprovação das contas de 2011.

Com a ficha limpa, Azevedo ganha novo ânimo político num ano de eleições. A vitória na Câmara sinaliza que o ex-prefeito Nilton Azevedo se mantém influente na política de Itabuna.

“NEGÓCIOS DO VENTO” NO NORDESTE BRASILEIRO: CASO A INVESTIGAR

Por Heitor Scalambrini Costa.

A geração de energia elétrica em larga escala, produzida a partir dos ventos, conhecida como energia eólica, tem crescido vertiginosamente no Nordeste brasileiro, o que significa ocupação crescente de grandes áreas para instalação dos aerogeradores, no bioma Caatinga, e em áreas costeiras. Em torno de 80% da capacidade instalada no país concentra-se no Nordeste.

A energia eólica é uma das fontes renováveis que apresenta mais vantagens e menos riscos ambientais na geração de energia elétrica, desde que esta geração seja descentralizada (geração próxima do local de consumo, em menor escala de potência instalada). Mesmo assim, diminui, mas não evita os efeitos colaterais sociais e ambientais provocados. Daí o grande erro de chamar qualquer fonte de energia, inclusive a eólica, a solar, de limpa.

Em todo mundo, o uso dessa fonte na geração de eletricidade tem tido um forte crescimento, contribuindo ao necessário e desejável processo da transição da matriz energética mundial. Diminui assim, cada vez mais, a participação dos combustíveis fósseis e dos minerais radioativos nas matrizes energéticas nacionais. Questiona-se, no entanto, a opção pela geração concentrada desta fonte energética.

No Brasil foram criados mecanismos de incentivo e promoção dessa fonte energética, dando prioridade ao modelo de grandes parques eólicos, as usinas, que produzem enormes quantidades de energia elétrica conectadas à rede de transmissão, e depois, às redes de distribuição até o consumidor final. O sistema privilegia um modelo de expansão que provoca inúmeros problemas socioambientais.

(mais…)

MORADORES PEDEM QUE ÔNIBUS DO RETIRO SIGA ATÉ TAQUARI

Imagem enviada ao blog.

Em mensagem enviada à nossa redação, moradores do Retiro e de Taquari, comunidades da zona rural de Ilhéus, solicitaram ajuda para reivindicar mudanças na linha de transporte coletivo 37.

Eles querem que o ônibus da Viametro, que atende a população do Retiro, estenda seu percurso até Taquari, onde fica a cachoeira da Lagoa Encantada.

Também solicitam a troca do ônibus do tipo rural por um com três portas. Segundo eles, pessoas já passaram mal dentro do veículo por causa da “superlotação”.

A terceira reivindicação é o aumento do número de saídas do Terminal Urbano, com ônibus às 6h, 9h30min, 12h e 17h30min.

REUNIÃO

Na manhã desta quinta-feira (22), o Blog do Gusmão conversou por telefone com o secretário de Comunicação de Ilhéus, Alcides Kruschewsky, a quem levamos as reivindicações dos moradores. Ele informou que vai incluir as demandas na pauta da reunião marcada para essa sexta-feira (23), com representantes dos usuários do serviço, do governo e das empresas Viametro e São Miguel. O secretário explicou que a resposta para os solicitantes depende de uma avaliação da viabilidade técnica e econômica dos pedidos.

VIZINHANÇA OPINA SOBRE FECHAMENTO DO HOSPITAL REGIONAL

Bombonière próxima do hospital está prestes a fechar as portas.

Localizado no Alto da Conquista, em Ilhéus, o Hospital Regional Luiz Viana Filho fechou as portas no fim do último mês. Segundo o Governo da Bahia, a unidade vai passar por uma reforma ampla para ser reaberta como um hospital materno-infantil.

Na primeira semana de março, o Blog do Gusmão conversou com pessoas que moram na vizinhança do hospital. Elas apontaram as mudanças que já observam nas redondezas.

Segundo o morador Djalma Pinto dos Santos, a diminuição do fluxo de carros e pessoas deixou a vizinhança mais tranquila. Também destaca o aumento das vagas de estacionamento na Avenida Brasil. Antes, conforme Djalma, muitos carros ficavam estacionados nos arredores do hospital, inclusive sobre os passeios. “Isso melhorou bastante!”.

A senhora Iza de Albuquerque, que mora em frente ao regional, disse que a rua está mais limpa desde o fechamento da unidade. Ela conta que antes, com o movimento de pacientes e profissionais, o grande consumo de lanches e a falta da destinação correta do lixo resultavam no acumulo de sujeira na área. Segundo Ize, muitas vezes o vento levava materiais sujos, como copos plásticos e guardanapos, para as casas vizinhas.

Lanchonete fechou as portas junto com o hospital. Imagens: Érica Janaína/Blog do Gusmão.

Por outro lado, a nova realidade também trouxe consequências negativas para a vizinhança. A queda do movimento de consumidores provocou o fechamento de três pontos comerciais da Avenida Brasil. Os estabelecimentos ainda abertos sofrem com a diminuição da frequência de clientes.

A proprietária da bomboniere que fica ao lado do hospital nos mostrou o seu balcão, que está praticamente vazio. As vendas caíram muito. Endividada, a comerciante tem medo de repor o estoque e tomar prejuízo.

Outro ponto negativo levantado pelos moradores é o aumento da sensação de insegurança. Isso se deve ao fechamento do posto policial que funcionava na unidade de saúde.

APAGÃO DE QUASE 7 HORAS PREJUDICA COMÉRCIO DE ILHÉUS

Na tarde dessa quarta-feira (21), um apagão elétrico atingiu treze estados das regiões Norte e Nordeste do Brasil. Ficaram sem energia localidades do Amazonas, Alagoas, Pernambuco, Ceará, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Amapá, Pará, Maranhão, Bahia e Tocantins.

A maior parte da cidade de Ilhéus ficou sem energia por quase sete horas, das 15h40min às 22h. O problema obrigou comerciantes a fechar seus estabelecimentos mais cedo. No Centro e nos bairros, mercados, lanchonetes, bares e restaurantes não funcionaram na noite de ontem.

A falta de energia também causou transtorno no trânsito da cidade, sobretudo no Centro, onde semáforos pararam de funcionar. O escuro também aumentou a sensação de insegurança nas ruas.

Às 19h30min, quando passamos pela praça Cairu, o Centro de Ilhéus lembrava o cenário de uma cidade fantasma.

Segundo o governo federal, uma falha no sistema de transmissão da usina de Belo Monte, no Pará, provocou o apagão. A falta de eletricidade afetou pelo menos 70 milhões de moradores do país. Também houve registro de queda de energia em cidades das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

SANTA CASA DE ILHÉUS EMITE NOTA SOBRE ATENDIMENTO DE GESTANTES

Maternidade Santa Helena. Imagem: Google.

A Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus emitiu ontem (21) uma nota pública sobre o atendimento das gestantes que procuraram a Maternidade Santa Helena na última quinta-feira, 15 de março. Leia.

Nota Pública

A IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE ILHÉUS, mantenedora da MATERNIDADE SANTA HELENA DE ILHÉUS, vem através da presente nota pública, prestar esclarecimentos a respeito da notícia veiculada pelos órgãos de imprensa regional, sobre a situação do atendimento a parturientes ocorrido na Maternidade Santa Helena no último dia 15 de março de 2018.

Ressaltamos que o referido episódio ocorreu devido uma situação atípica de aumento da demanda diária pelos serviços da maternidade, notadamente de partos, que foram 35 partos naquele dia, muito acima da média histórica de 17 partos registrados nos nossos arquivos.

Importa-nos ressaltar ainda, que todos os esforços empreendidos pela Diretoria na incessante busca de melhores condições de atendimento para maternidade, e das ações do poder público municipal e estadual no propósito de melhorar e aumentar a capacidade de atendimento e resolutividade da maternidade foram insuficientes para naquele dia atípico, atender de forma confortável e desejada, algumas parturientes que, por algumas horas tiveram de permanecer esperando desocupar leitos para serem transferidas para acomodações adequadas.

Vale informar ainda que atendimento em circunstâncias atípicas como as que ocorreram na Maternidade Santa Helena no dia 15 de março, são indesejadas, pois, não só prejudica a quem espera e deve ser bem atendido e que não dispõe de outra opção (a maternidade Santa Helena é a única na cidade para atender parturientes de Ilhéus e cidades circunvizinhas), como também, da forma como se tornou público, macula o trabalho de mais de um século desta entidade Santa Casa, que sempre encontrou muitas dificuldades para continuar prestando os relevantes serviços a população, notadamente, a mais carente.

Isto, posto, cabe informar que tempestivamente, a Diretoria desta entidade tomou as providencias necessárias para que fatos semelhantes não mais ocorram, e para isto, intensificou a busca por apoio do poder público municipal e estadual, para que os atendimentos possam ocorrer de forma satisfatória e sem maiores problemas, embora congestionados, até que seja colocado em funcionamento o Novo Hospital Municipal Materno Infantil de Ilhéus.

A DIREÇÃO

SINEBAHIA ITABUNA TEM 35 OPORTUNIDADES DE TRABALHO

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas ficarão disponíveis nesta quinta-feira (22).

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

LAVADOR DE CARROS (PCD)

Exclusivo para pessoas com deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

1 VAGA

MECÂNICO DE AUTOMÓVEL

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na função

1 VAGA

AUXILIAR MECÂNICO DE AUTOMÓVEL

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na carteira

1 VAGA

(mais…)