Stella Carillo deixou o PCdoB por divergências sobre drogas e aborto

Stella Carillo. Foto: Youtube/reprodução.

A advogada e professora Stella Carillo, por meio de uma mensagem enviada ao BG, informa que deixou o Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Nas redes sociais, informações desatualizadas afirmam que ela ainda pertence à legenda comunista.

Stella entregou carta de desfiliação em agosto de 2018. No mesmo ano, fez campanha para o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Adepta do espiritismo, sempre foi contra o aborto. “A minha opinião é a de que o aborto só deve ser feito na hipótese de risco de vida para a gestante”, explica. Também é contrária à descriminalização das drogas. O PCdoB tem postura libertária sobre os dois temas e isso motivou a saída da advogada.

Em 2016, quase foi candidata a vice-prefeita na chapa de Cacá Colchões. Por ter perdido o prazo de desincompatibilização no serviço público, cedeu espaço ao sindicalista Rodrigo Cardoso.

Stella Carillo é viúva do procurador federal Israel Nunes (filiado ao PCdoB), que faleceu precocemente no dia 01 de agosto de 2014, aos 32 anos.

Leia a mensagem enviada ao BG.

Está circulando nas redes sociais a informação que eu sou filiada ao PC do B.

Efetivamente estive filiada, mas meu pedido formal de desfiliação foi feito ano passado, antes das eleições presidenciais. Além disso, já fui advogada do partido também. Infelizmente, isso até gerou inimizade por parte de outras pessoas, mas tenho minha consciência tranquila e meu pensamento direcionado de acordo com minhas convicções.

Quem me conhece sabe da minha incompatibilidade ideológica com algumas questões, dentre as quais o aborto e as drogas. Resolvi apoiar e fazer campanha para Bolsonaro e Professora Dayane Pimentel por acreditar nas ideias as quais eles defendem.

Fico com pena de pessoas que perdem seu tempo levantando esse tipo de informação sem ao menos ter a capacidade de vir perguntar. O pior é entender, com que objetivo.

Agradeço a meu amigo Emilio pelo espaço.

Abraços fraternos e de muita luz a todos, principalmente aos que mais precisam.

Stella Carillo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *