Morte na Praia do Cristo: jovem foi assassinado por engano por usar camisa que aparentava ser do tráfico de drogas

Davi Lisboa morreu de graça. Foto recebida via Whatsaap.

No último domingo (13), o Whastaap repercutiu imagens chocantes de um homem assassinado brutalmente na Praia do Cristo em Ilhéus.

O jovem Davi Lisboa, de 19 anos, recebeu três tiros na cabeça enquanto estava sentado numa cadeira de plástico. Vídeos da vítima já morta, sentada e sangrando estarreceram muitas pessoas.

A repercussão do crime e o avanço do novo coronavírus forçaram a Prefeitura de Ilhéus a retirar várias barracas irregulares da Praia do Cristo.

Segundo o delegado Helder Carvalhal, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de que duas pessoas mataram Davi Lisboa. Contra ele foram disparados 7 tiros, sendo que 3 atingiram a cabeça.

O delegado disse ao BG que não há indícios de envolvimento da vítima com o crime organizado. Há indicações de que Davi foi assassinado por engano, uma vez que estava vestido com uma camisa aparentemente relacionada à facção “Tudo 2”, dominadora do tráfico de drogas no Alto da Tapera, onde o jovem residia.

Segundo Carvalhal, Ilhéus possui duas facções rivais: “Tudo 3” (antigo Raio B unida à facção “terceiro”) e “Tudo 2” (antigo Raio A).

Observação: a camisa que Davi usava no momento da morte não é a mesma da foto acima.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *