SESAU de Ilhéus esconde 9 mortes por Covid-19; Ministério Público deve cobrar mais transparência

Notinhas.

Cemitério da Vitória. Foto: SECOM-Ilhéus.

O último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Ilhéus, na terça-feira (29), informou que 520 pessoas morreram devido às complicações do novo coronavírus.

Depois não houve atualização e se não fosse a SESAB, que publica novos dados com regularidade, a sociedade ilheense não seria informada que mais 9 pessoas morreram.

A transparência é princípio renegado pelo governo municipal, não só no acompanhamento dos casos e das mortes, como também, nas quantidades de vacinas recebidas.

Em junho, Ilhéus passou a receber novas doses quase diariamente, mas a prefeitura não divulga quantas chegaram.

A transparência nos dados relacionados à Covid-19 é uma pauta solitária e repetitiva do Blog do Gusmão. Infelizmente, o Ministério Público do Estado da Bahia não cobra com a necessária firmeza.

Sem informação verdadeira e frequente, a população não será alertada que a pandemia continua preocupante e é necessário manter o distanciamento social e o uso de máscaras.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *