Estação de esgoto na Maramata: governo Rui Costa não cumpre palavra

Construção de Estação de Esgoto segue mesmo após ordem contrária do governador.

Marão e Bebeto foram enganados.

No mês de maio, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, acompanhado do vice-prefeito, Bebeto Galvão, esteve em Salvador reunido com o secretário estadual de infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Na oportunidade, o trio gravou um vídeo em que o secretário afirma que a obra de construção de uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE), de responsabilidade da  Embasa, não mais aconteceria na praça da Maramata, zona sul de Ilhéus, por ordem, inclusive, do governador Rui Costa.

“O governador [Rui Costa] também assumiu o compromisso da Embasa fazer a realocação daquela Estação Elevatória, que está mal localizada. Não faz sentido a gente fazer uma Estação Elevatória no meio de uma praça já existente. Existem outras áreas para colocar (…) ele [Rui Costa] já fez uma mensagem pro presidente da Embasa, Rogério Cedraz, determinando que realocasse (…) e o governador, como é ativo,  já escolheu o terreno das três Elevatórias”, afirma o secretário na gravação.

Assista:

As três Elevatórias citadas por Cavalcanti são uma referência ao projeto inicial da Embasa de construir as EEE’s na Sapetinga, praça São João Batista (Pontal) e praça da Maramata (Nova Brasília). O projeto foi questionado pela população, e no caso da praça da Maramata, ganhou o apelo do simbolismo religioso. O local é considerado “sagrado”, pois há anos abriga a festa de Iemanjá, que teve, por mais de 40 anos, a organização a cargo de Mãe Laura, líder religiosa falecida por Covid-19 no início do ano.

No início da semana, o BG constatou que a empresa IQ Construtora está trabalhando na construção da EEE na praça da Maramata. A estrutura ganha forma com o passar dos dias e contraria a ordem do governador Rui.

Trator 08 da IQ Construtora.

Desde o mês de abril desse ano, o Ministério Público da Bahia (MP-BA), por meio de ações civis públicas, tenta impedir a construção das três Estações Elevatórias (relembre aqui e aqui). O pedidos ainda aguardam a análise do juiz Alex Venícius Campos Miranda, da 1ª Fazenda da Vara Pública de Ilhéus.

Em tempo: assim como diversos Projetos de Lei aprovados no plenário da Câmara de Veredores de Ilhéus, Marão ainda não sancionou o PL que altera o nome do praça da Maramata para “Praça Mãe Laura Sandoyá”, de autoria da vereadora Enilda Mendonça (PT). Vereadores, incluindo os da base governamental, estão descontentes com a morosidade de Mário.

O BG entrou em contato com a SEINFRA e aguarda resposta.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *