Homem que morreu ao lado do Centro de Convenções morava com a tia e sofria de problemas mentais

Em contato com o BG, a tia de Carlos Eduardo Aranha Silva, 40 anos, que foi encontrado morto na manhã dessa segunda-feira (19), em Ilhéus (veja aqui), afirmou que o homem sofria de problemas mentais desde o nascimento prematuro e alcoolismo na fase adulta.

Segundo Reuzélia Aranha, servidora municipal, Carlos não sofreu abandono familiar, e inclusive morava com ela. No entanto, a tia de Carlos revelou que ele costumava fugir de casa por alguns dias, dificultando os cuidados.

Segundo informações preliminares da polícia, é possível que Carlos tenha morrido de frio (veja aqui). O corpo não apresentava sinais de violência e se encontra no Departamento de Polícia Técnica (DP|T).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *