Na Boca da Barra, bandidos arrastam corpo de homem assassinado com o carro da fuga

Corpo de Robert foi arrastado pelos assassinos. Foto: FRN/reprodução.

À medida que o tempo passa e a violência se normaliza como parte “comum” do cotidiano, os crimes ficam cada vez mais violentos. É raro um final de semana em que não ocorra pelo menos um assassinato em Ilhéus.

Isso mostra o fracasso das políticas de segurança pública do governo Rui Costa (PT), que não propiciam oportunidades eficazes de encaminhamento profissional aos jovens do sexo masculino e de famílias de baixa renda. Muitos acabam cedendo ao dinheiro fácil do tráfico de drogas.

De acordo com informações da Polícia Civil, homens armados mataram Robert Santos Magno (27 anos) e balearam Rafael F. dos S. Os crimes aconteceram por volta de meio-dia do feriado de 7 de setembro, na praia da Boca da Barra, em Ilhéus, e também trouxeram danos ao subtenente da PM Christiano Rezende. O militar dava manutenção numa casa quando foi baleado (de raspão) sem ter qualquer envolvimento com a cena do crime, pois não estava de serviço.

Informações preliminares descrevem contornos de barbaridade em mais um evento trágico que tem traficantes de drogas como protagonistas. Além de matar, os assassinos arrastaram Robert com o carro que propiciou a fuga. O corpo da vítima, além dos sinais de arrasto, foi perfurado com vários tiros na cabeça, no abdômen e em outras partes do corpo. Foram encontradas no local cápsulas de munições calibre 380.

Rafael foi levado ao Hospital Costa do Cacau e passou por cirurgia. O subtenente Christiano passa bem.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *