Por enquanto, greve dos caminhoneiros não gera impactos nas rodovias estaduais do sul da Bahia

Imagem ilustrativa; Foto: Ueslei Marcelino-Reuters.

De acordo com o major Brito Junior, comandante da Polícia Rodoviária Estadual (CIPRV-Itabuna), até o momento não foram registrados impactos da greve dos caminhoneiros nas rodovias estaduais do sul da Bahia. Contudo, o militar não descartou a possibilidade de que nas próximas horas, ou turnos, o movimento paradeiro desencadeie problemas.

Na manhã desta quinta-feira (9), o BG perguntou ao major se ele estava informado dos impactos do movimento nas rodovias federais que cortam a região grapiúna. Brito Junior informou que ontem foram constatados bloqueios parciais na BR-101, no trecho Itabuna-Eunápolis e nas imediações de Itamaraju, no extremo sul do estado.

O BG também busca informações da Polícia Rodoviária Estadual.

Vale destacar que os efeitos prejudiciais desse tipo de greve independem dos pontos em que há bloqueio. Caminhoneiros parados geram problemas de desabastecimento a muitos quilômetros de distância. Mesmo que o trânsito flua nas rodovias, produtos dos mais diversos tipos não chegarão aos municípios se carretas e caminhões permanecerem parados.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *