Briga de mulheres na Praça da Urbis resultou em tiros no PA da zona sul

Imagem ilustrativa. Foto: Jornal Hoje em Dia/reprodução.

Em Ilhéus, a violência crescente não poupa sequer os profissionais e as unidades de saúde.

Segundo informações da PM (69 CIPM), o Pronto Atendimento da Zona Sul sofreu um ataque por volta das 3 horas da última madrugada (sábado, 11).

Após dois homens chegarem de moto, um tiro foi disparado em direção à unidade de saúde atingindo a porta de vidro e uma parede. Os executores não entraram no PA.

Três mulheres aguardavam atendimento quando foram surpreendidas pelo atentado.

As três, identificadas como Andrena C, Larissa M. e Daniele C, disseram aos policias que trocaram tapas e puxões de cabelo com Lauane C., na Praça da Urbis. Elas acusaram o namorado de Lauane de ter se vingado.

Elas não descreveram as características físicas dos homens e não deram detalhes sobre a motocicleta.

No vídeo abaixo, um narrador não identificado, provavelmente um guarda civil municipal, afirma que a recepcionista fechou a porta do PA após a entrada das três mulheres. O ato impediu que os executores entrassem na unidade e cometessem os assassinatos.

Mais tiros foram disparados, segundo o narrador, que também critica o médico e a recepcionista devido à demora no atendimento.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *