BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

Vendedora de acarajé que acusa PM de ter aplicado coronhada em sua cabeça presta depoimento a uma sargento e um tenente

Talita com o curativo na cabeça. Imagem: TV Santa Cruz

Há em todo Brasil um clamor, com forte apelo nos meios de comunicação, no sentido de combater e punir a violência e os maus-tratos contra as mulheres. Recentemente, na Bahia, o então secretário estadual de saúde, Fábio Vilas-Boas, perdeu o cargo após chamar uma empresária de “vagabunda”.

A acusação contra o PM Rogério, que teria aplicado uma coronhada na cabeça da vendedora de acarajé, Talita Souza Santos (27 anos), repercutiu bastante em todo o estado e impôs a necessidade de uma resposta imediata da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) no sentido de apurar o caso.

Talita, mãe de três filhos, vende acarajé na Praça da Barra de Itaípe, em Ilhéus. No último sábado (25), insatisfeito com o barulho emitido por uma caixa de som usada pela vendedora, o PM teria perdido a cabeça e cometido um ato completamente desproporcional, na verdade, um crime.

A acusação contra o PM tem repercutido mal dentro da própria corporação, que hoje registra presença cada vez maior de mulheres entre praças e oficiais.

Na última segunda-feira (27), Talita prestou depoimento na 69ª CIPM, que vai iniciar um processo administrativo interno de apuração. A vendedora relatou sua versão do fato para um tenente (Erinaldo Rodrigues Dantas) e uma sargento (Carla Bispo Duarte). O caso também será apurado pela Polícia Civil, provavelmente pela delegacia da mulher.

Vale destacar que o novo secretário estadual de segurança pública, o juiz de Direito Ricardo Mandarino, tem feito declarações contrárias a qualquer tipo de violência policial.

Talita tem recebido apoio de grupos que lutam contra o machismo que oprime mulheres.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas