Ação da Polícia Militar prende suspeitos do assassinato de Victor, morto por engano no Iguape

Victor morreu no Iguape “de graça”.

Policias Militares da 70ª CIPM prenderam no último domingo (3) dois suspeitos do assassinato de Victor, jovem de 20 anos morto com um tiro no dia 13 de maio deste ano. O crime aconteceu no Iguape, zona norte de Ilhéus.

A PM foi até a Vila de São José, local das prisões, para apurar denúncia de que homens armados estavam criando problemas graves.

Apuração paralela feita pelo BG, com outras fontes, indica que nas diligências os PMs prenderam Rafael F. R. (20 anos), Eliseu B. da S. (19) e Talisson G. A. S. (18).

Rafael admitiu ter duas armas de fogo e permitiu que a polícia fizesse a busca em sua residência. Na oportunidade, também foram encontrados um celular e uma balança de precisão.

À PM, Rafael e Eliseu teriam confessado a autoria do assassinato de Victor. Contudo, quando prestaram depoimento na 7ª COORPIN, negaram responsabilidade pelo crime.

Segundo a Polícia Civil, todas as informações apuradas sobre o assassinato de Victor indicam que ele não tinha envolvimento com o mundo do crime. A morte trágica foi causada por um erro de identificação do grupo criminoso, que ao atacar pontos do bairro Iguape confundiu Victor com outra pessoa.

Com informações do site Tropa de Elite.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *