BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

Enchente em Ilhéus: moradores do Banco da Vitória aguardam ajuda do governo Marão; falta transparência, afirmam desabrigados

Casa completamente destruída pela enchente no Banco da Vitória. Foto: Adriane Primo / hypeness.com.br.

As fortes chuvas que caíram em Ilhéus em dezembro de 2021 prejudicaram vários moradores do bairro Banco da Vítoria.

Na rua Aldair, em homenagem ao jogador nascido na localidade, tetracampeão mundial de futebol em 1994, várias casas foram destruídas e algumas ficaram totalmente no chão. O Rio Cachoeira subiu bastante e levou quase tudo.

Passados quase dois meses, famílias gravemente prejudicadas aguardam algum tipo de ajuda da prefeitura. Muitas foram cadastradas no Cras, dados pessoais foram informados, mas nenhum amparo chegou de maneira efetiva, capaz de alterar a triste realidade, afirmam relatos encaminhados ao BG.

Rua Aldair alagada, com água quase nos tetos dos primeiros pavimentos. Foto enviada por morador.

Os impactos destrutivos da enchente causaram comoção nacional. Organizações fizeram campanhas para arrecadação de fundos e donativos, mas segundo o secretário de promoção social e combate à pobreza, do município, Robenilton Silva, apenas R$ 25 mil foram enviados via pix. Já o Governo Federal destinou R$ 300 mil, quantia insuficiente criticada por especialistas e autoridades.

Moradores do Banco da Vitória acusam falta de transparência no governo municipal. Afirmam que não se sabe como os recursos federais e das campanhas voluntárias foram utilizados.

Em contato com o BG, uma moradora da Rua Aldair, que pediu para não ser identificada, se disse revoltada e lançou algumas dúvidas: “Tivemos a água no teto e vários prejuízos. Não queremos nada a mais do que foi doado para nós. Esse dinheiro está com quem? Quem realmente está usando esses benefícios e auxílios? Será que são os atingidos pelas enchentes?” .

Outro lado.

O secretário Robenilton Silva afirmou que todas as famílias foram assstidas com cestas básicas. O aluguel social está para ser implementado e há previsão de erguimento de casas para quem está sem teto, em outras áreas sem risco de enchentes do Banco da Vitória.

Leia mais explicações do secretário.

“…Ficou definido o seguinte: as famílias recebem toda a atenção da equipe do Cras, quem perdeu totalmente as casas tem direito ao auxílio aluguel e recebem atenção em cesta básica, material de limpeza e higiene pessoal.

O governo do estado fez um cadastro para entrega de equipamentos como geladeira e fogão. Estamos aguardando o posicionamento do ente.

Nós já conseguimos entregar alguns fogões em parceria com uma ong, colchões e muito material como cesta básica, higiene pessoal e limpeza.

E a infraestrutura já trabalha nos projetos de construção dos novos empreendimentos que vão atender ás famílias em área de risco e que perderam suas casas nas chuvas”.

Assista ao vídeo que mostra a rua inundada.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

2 respostas

  1. Não fizeram nada por nós do Banco da Vitória,as ajudas foram feitas por ONGS,o CRAS doaram sestas básicas e nada mais…O aluguel social até hoje não me deram resposta! Pegaram meus dados e… Só Deus sabe o que fizeram.
    Triste de nós que dependemos desse governo fake. No Loteamento União mesmo que é no Banco da Vitória, quando sabemos de alguma doação já se passaram diasss… Um grande descaso desses governantes. Uma Vergonha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
fevereiro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28