BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

“É preciso seguir sonhando”: Teatro Popular de Ilhéus abre ensaios para o público

Foto: Ascom-TPI

Desde janeiro de 2022, o Teatro Popular de Ilhéus retomou as atividades presenciais do seu elenco e equipe técnica. Agora, vai abrir os ensaios do seu novo espetáculo para o público. De 21 a 25 de março, às 17 horas, na Escola Agrícola e Comunitária Margarida Alves, restrito a 20 pessoas por apresentação.

A montagem de Sonhos – o que restou de nós depois da tempestade está em sua reta final e o grupo quer compartilhar com o público um pouco do processo de criação. Sonhos é um espetáculo autobiográfico, é a história do próprio Teatro Popular de Ilhéus, contada a partir do que restou depois que o circo, a Tenda, caiu em agosto do ano passado. “É uma reunião do acervo do grupo, de cenários, figurinos, adereços, tudo que restou quando recolhemos a lona, na Avenida Soares Lopes”, diz Romualdo Lisboa, diretor do espetáculo. Para Luís Alonso-Aude, diretor cubano que integra o grupo e assina junto com Lisboa a direção do espetáculo, “Sonhos marca o reencontro do grupo com o público, depois de interromper os ensaios de Sonho de uma noite de verão por conta da pandemia. Este novo espetáculo é o resultado do que vivemos durante esse afastamento”.

No dia 26 de agosto de 2021, uma forte tempestade derrubou a Tenda que abrigava o Teatro Popular de Ilhéus, desde 2013. Depois da queda do circo, o acervo do grupo foi guardado no Teatro Municipal de Ilhéus (TMI), no Centro de Convenções e Concha Acústica. Em janeiro, quando o Teatro Popular de Ilhéus retomou suas atividades presenciais, parte do acervo foi mantido no TMI, espaço que foi cedido pela Secretaria Municipal de Cultura para ocupação parcial, e todos os outros materiais como cenários, ferragens e o palco rodante foram levados para a Escola Agrícola e Comunitária Margarida Alves, espaço cedido para montagem de Sonhos.

O espetáculo tem estreia marcada para 31 de março na cidade de Ipirá/BA, através do projeto Shakespeare no Sertão, e vai ser apresentado ainda em Pintadas, Capim Grosso, Conceição do Coité, Serrinha, Euclides da Cunha, Canudos e Uauá. A estreia em Ilhéus deve acontecer no final do mês de abril.

Com dramaturgia e direção de Romualdo Lisboa e Luís Alonso-Aude, o espetáculo traz no elenco Tânia Barbosa, Iara Colina, Elisa Reichmann, Pablo Lisboa, Takaro Vítor e Aldenor Garcia. Figurinos, cenários e maquinaria de Shicó do Mamulengo. Produtor Rogério Matos. Sonhos – o que restou de nós depois da tempestade é um espetáculo de rua do Teatro Popular de Ilhéus.

Texto: Ascom-TPI.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
março 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031