BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

ITABUNA: EVANGÉLICOS ADEREM À CAMPANHA CONTRA DENGUE EM ITABUNA

Da ASCOM Itabuna.

Evangélicos aderem à campanha contra dengue em Itabuna-02-foto Pedro AugustoO prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, destacou, em um encontro realizado na manhã do último sábado, dia 21, a importância do apoio recebido do capítulo itabunense da Associação dos Homens de Negócio do Evangelho Pleno (Adonep), do Conselho Itabunense dos Ministros e Pastores Evangélicos (Cimpi) e do núcleo local dos Gideões Internacionais, no combate à dengue. A parceria foi anunciada pelos presidentes da Adonep, Carlos Roberto, e do Cimpi, Tertuliano Viana, numa solenidade aberta pelo pastor Apolônio Brito e que teve a participação do pregador Antônio Cirilo, de Belo Horizonte, além do vereador Claudevane Leite.

Para Capitão Azevedo, a contribuição dos evangélicos no combate à dengue deve ser um exemplo seguido por toda a sociedade. “Os senhores representam um grande potencial e formam uma força para o bem da nossa comunidade, através das mobilizações a partir das igrejas e das comunidades onde atuam, podendo também colaborar como multiplicadores de ações e formadores de opinião”, disse o prefeito.

No encontro, foi exibido um documentário produzido pela Fundação Osvaldo Cruz, que mostra a reprodução e atuação do mosquito Aedes aegypti. Na oportunidade, o coordenador municipal do Combate à Dengue, Sandovaldo Carvalho, informou que, no início do ano, a cidade apresentava um índice de infestação predial de 25% e hoje, no final do quinto ciclo, apresenta uma queda para 7,7%, mas ainda bem acima do nível de segurança estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com o coordenador, a fêmea do mosquito transmissor vive em média 45 dias e tem capacidade de por cerca de 150 ovos diariamente. Estes podem eclodir até 700 dias depois da postura. Carvalho explicou que 70% dos focos estão no interior das casas e, deste total, 42% se encontram em tonéis e tanques ao nível do chão e 22,5% nas caixas d’água. “Um dado importante é que a cobertura de um tanque custa R$ 7,80, um preço bem menor que uma cartela de Tilenol, medicamento usado para diminuir a febre dos pacientes acometidos pela doença”, finalizou.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
novembro 2009
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30