Pela defesa do regime democrático no Brasil

julio nova

Popularmente, diz-se que o direito de um vai até onde começa o direito do outro.

Por Julio Gomes.

Itália, 1922. O Partido Nacional Fascista, liderado por Benito Mussolini, faz a Marcha Sobre Roma, movimento golpistas que, utilizando a violência como meio de ação política, fez com que seu líder fosse nomeado como Chefe de Governo e implantasse uma sangrenta ditadura fascista naquele país.

Alemanha, década de 1930. O Partido Nazista e seu líder, Adolf Hitler, chegam e se consolidam no poder, concentrando os poderes Executivo, Legislativo e submetendo ao Judiciário, implantando uma terrível ditadura que matava ou enviava para os campos de concentração os que eram considerados inimigos do governo.

Embora você possa se admirar acerca de como a extrema direita, com Mussolini e Hitler, chegou ao poder absoluto, é bom lembrar como tudo isso terminou, em maio de 1945, ao fim da Segunda Guerra Mundial: a Itália perdeu 500.000 pessoas e a Alemanha, cerca de 7.000.000 vidas, além de ficar dividida em duas (Alemanha Ocidental e Alemanha Oriental) pelo Muro da Vergonha, até os anos de 1989/1990 (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mortos_na_Segunda_Guerra_Mundial. Acesso em 09/05/2020).

Esta breve retrospectiva histórica serve para nos mostrar o quanto é perigosa a ascensão de regimes extremistas ao poder, sejam eles de direita, de esquerda ou baseados em fundamentalismo religioso, ou de qualquer outra espécie.

No Brasil de hoje temos um governo de extrema direita que, embora tenha sido eleito no último pleito eleitoral, não tem permissão para extinguir o regime democrático, nem para transformar nosso país em uma ditadura, com um líder dotado de poderes absolutos, acima das leis e da Constituição. (mais…)

Jequié: médico morre vítima da Covid-19

Ramon Barbosa morreu no domingo, 10.

Um dos médicos da linha de frente do atendimento a vítimas do novo coronavírus em Jequié, no sudoeste da Bahia, faleceu no domingo (10) do Dia das Mães. Ramon Barbosa atuava na emergência para Covid-19 do Hospital Geral Prado Valadares.

Ramon tinha 43 anos de idade e também era professor. Por meio das redes sociais, o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que recebeu a notícia de falecimento do colega com grande pesar. “Seu sacrifício não será esquecido”, postou o titular da Sesab.

Localizado na região sudoeste da Bahia, Jequié apresentava até o final da tarde deste domingo (10) um total de 87 casos confirmados de Covid-19 e dois óbitos. Com o falecimento do médico, o município atinge 3 óbitos. Na Bahia, Ramon é o segundo médico a falecer por covid-19. Outro colega, Gilmar Calazans, que trabalhava no Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, faleceu em abril.

Do Blog Pimenta.

Bahia: taxa de isolamento aumentou para 47,6% no domingo, 10

A Plataforma Inloco revelou que no último domingo, 10, o índice de isolamento social na Bahia chegou a 47,6%.  No sábado, 09, o estado estava com 42,4%.

Ontem a Bahia ficou na 11ª posição do ranking e no sábado, o estado estava na 13ª.

Em primeiro lugar com 54,95% está o Pará. O Amapá ocupou o segundo lugar com 53,85% e em terceiro, Ceará, com 53,60%.

Ocupando as últimas posições deste ranking ficaram os estados de Mato Grosso com 41,87%, Roraima com 41,79% e Goiás com 40,08% .

Taxa de leitos de UTI ocupados na Bahia aumentou para 54% no domingo, 10

Imagem ilustrativa.

A Bahia possui 422 leitos de UTI exclusivos para a Covid-19. Deste total, 229 estavam com pacientes internados, segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia publicado no domingo, 10.

Em relação à estrutura necessária para os casos mais graves, o estado ficou com 54,3% dos leitos de UTI ocupados. No sábado, 09, a taxa era de 53,8% com 227 pessoas internadas.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito.

Itabuna chegou a 344 casos de Covid-19 no domingo, 10

Itabuna.

No domingo, 10, Itabuna chegou a 344 casos confirmados da Covid-19.

De acordo com o boletim municipal, 513 pessoas esperam pelo resultado de exames e 1402 em monitoramento e isolamento social.

Até o momento o município registra 11 óbitos causados pela doença.

Bahia ultrapassou 200 mortes pelo coronavírus

A Bahia registra 5.558 casos confirmados de Covid-19, o que representa 27,66% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 1.391 pacientes recuperados e 202 óbitos, 3.965 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.
Os casos confirmados ocorreram em 171 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (66,05%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ipiaú (2.441,52), Uruçuca (2.095,62), Ilhéus (1.792,68), Itabuna (1.538,30) e Salvador (1.277,70).

O boletim epidemiológico registra 10.864 casos descartados e 20.097 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 888 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 444 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 50%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 422 leitos exclusivos para o coronavírus, 229 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 54,3%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 26.059 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 10 de maio de 2020. Atualmente, 3.407 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 202 mortes pelo novo coronavírus em 37 municípios. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas do domingo (10). As últimas notificações seguem abaixo:

199° óbito: homem de 36 anos, residente em Porto Seguro, sem histórico de comorbidades. O paciente estava internado em um hospital público no município de Porto Seguro, vindo a falecer ontem (9). (mais…)