BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

POLÍCIA MILITAR ENVIA CARTA A HERALDO ROCHA

No último dia 30 do ano passado, a bancada do governo, liderada pelo petista Waldenor Pereira, propôs ao líder da oposição, deputado Heraldo Rocha (DEM), que fosse votado o projeto de lei no qual objetivava conceder um suposto aumento de 13% no salário da PM.

Ao saber da proposta, o deputado estadual entrou em contato com a União das Associações, representada pelas Associações de Oficiais (Força Invicta), de Praças (APPM) e a Sociedade Beneficente de Subtenentes e Sargentos (SBSPM) que desconheciam e desaprovavam o projeto.

Segue a carta enviada pela União das Associações da PM/BA ao deputado Estadual Heraldo Rocha:

“Exmº Sr. Deputado Estadual Heraldo Rocha, no dia onze de agosto de 2009, a União das Associações, representada pelas Associações de Oficiais (Força Invicta), de Praças (APPM) e a Sociedade Beneficente de Subtenentes e Sargentos (SBSPM), firmou um acordo com o Governo da Bahia para a suspensão do Movimento Policia Legal. Nesta oportunidade, foi dado um voto de confiança ao Governador Jaques Wagner, para que o processo de valorização profissional da PMBA ocorresse dentro dos princípios da hierarquia e disciplina, e, que o Comandante Geral fosse condutor deste processo. Buscamos agir sempre com bom senso e parcimônia, acreditando que este seria o caminho de pessoas que buscam, na verdade, o bem comum da sociedade e da família miliciana.

Porém, passados quatro meses, percebemos que o Governo da Bahia não reconheceu os nossos esforços, pois atua com desdém no atendimento às nossas reivindicações.  Mais uma vez o Governo demonstrou descaso com a categoria dos policiais militares, ao anunciar na mídia um falso aumento de 13%, pois apenas implementou o CET  para uma parcela da tropa, deixando quase 6.000 homens sem a referida gratificação, e, para os contemplados com o CET, só uma parte receberá em janeiro R$ 70,00, e a outra só em setembro. Enquanto em Brasília um soldado recebe R$ 4.500,00, em Sergipe R$ 3.200,00, na Bahia o Policial com CET receberá em setembro de 2010 o equivalente a R$ 1.900,00, e os que não vão ganhar o CET R$ 1.800,00.

A União das Associações denuncia que não concordou com este “SUPOSTO” aumento, que não foi consultada, e, que, o que foi negociado não foi cumprido pelo Governo. Diante de tamanha insensibilidade, estamos convictos que exaurimos o diálogo, que preservamos os princípios da disciplina e hierarquia e que agimos com respeito à sociedade baiana. Portanto, estamos partindo agora, com a certeza do dever cumprido, para uma nova fase da nossa luta, onde os resultados inevitavelmente trarão desgastes para todos, pois restou a consciência que não devemos levar a sério as promessas deste Governo.”

UNIÃO DAS ASSOCIAÇÕES DA PM-BA

Major Silvio Correia – Presidente da Força Invicta

Subtenente R/R Adailton Leal Santos – Presidente da SBSPM

Soldado Agnaldo Pinto de Souza – Presidente da APPM.

Após a resposta dos servidores policiais, o deputado concluiu, “Só votaremos este e qualquer outro projeto depois de ouvir as categorias e adequar o projeto para que contemple os servidores.”.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
janeiro 2010
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031