BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

NANA FEST ILHÉUS E A SAGA DA MEIA-ENTRADA

Os estudantes se juntaram diante do ponto de venda, para tentar comprar a meia entrada.
Os estudantes se organizaram e conseguiram liminar judicial que garante a venda da meia entrada.

Ontem (sexta-feira, 27), este Blog publicou sobre a determinação judicial que obriga o Nana Fest Ilhéus a vender meia-entrada (confira aqui). Caso descumpram a ordem da justiça, os produtores pagarão multa de R$ 50 mil, o evento deste sábado (28) será cancelado e eles podem ser presos por crime de desobediência. 

Na sexta à noite, Marcolino Reis, representante da União dos Estudantes da Bahia – UEB, nos procurou e descreveu a luta enfrentada por vários estudantes para comprar a meia-entrada do evento: uma verdadeira saga.

Segundo Marcolino, quando os estudantes tentavam comprar os ingressos, os vendedores sempre falavam que a cota de meia-entrada já havia acabado, como se os produtores tivessem determinado uma quantidade diária para a venda deste tipo de bilhete.

Uma garota afirma que foi 11 vezes ao ponto de venda e não conseguiu comprar a meia entrada. Outra, por telefone, ainda teria sido abusada por uma “piadinha” do atendente que, ao ser indagado sobre o ingresso, “brincou”: “meia-entrada não tem, mas tem meia verde, azul, amarela…”. 

Diante das inúmeras reclamações, a UEB conseguiu a liminar judicial, com o auxílio da advogada Lu Cerqueira.

De acordo com Marcolino, a UEB e a advogada vão acompanhar as vendas e avisam: “não é necessário mostrar documentos na compra da meia-entrada, os estudantes devem apresentar a Carteira Estudantil Oficial e o RG apenas na hora de acessar o evento, em um  portão especial”. 

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

5 respostas

  1. Parabéns para LU CERQUEIRA, nós temos que brigar pelos nossos direitos, Ilhéus parece uma terra sem Lei, o povo deve ir em busca de seus direitos sempre e nunca desistir.

    O povo precisa ir para as ruas e dizer não a todas as mazelas que está acontecendo na cidade, e buscar também a justiça e o Ministério Público.

    Forte abraço

    Nildo Oliveira
    Presidente da Associação
    de Moradores do condomínio
    Morada do Porto.

  2. TRISTE BAHIA…
    ESTRATÉGIA DO PÃO E CIRCO?
    Queremos acesso a diversão e arte sim, mas primeiramente o direito ao acesso aos nossos direitos básicos, como EDUCAÇÃO, SANEAMENTO E SEGURANÇA…

  3. Agradeço a Marcolino mais uma vez por representar a nós jovens Ilheenses e junto a outros q são muitos liderar na luta pelos nossos direitos, hoje mesmo(28/12/13), vivenciei uma situação de desrespeito ao cidadão, em um dia de bastante fluxo na cidade notei a dificuldade de utilizar o transporte público,além de não ter a disposição muitos ônibus, havia ainda a falta de organização no trânsito que atrapalhou ainda mais as coisas, no centro da cidade há semáforos quebrados e outros que já deveriam ser trocados ou terem consertados e isso não aconteceu, ou seja em pleno sábado bem movimentado havia poucos ônibus e os que haviam estavam lotados durante esse dia quente, ao voltar pra casa vi senhoras de idade se espremendo pra entrar no ônibus e vi outras desistindo de continuar nele e descendo no meio do caminho pra casa, vejo, que após de muita cobrança de nós jovens de Ilhéus, muitos problemas não foram solucionados como solicitado, e os mesmo jovens que participaram do movimento em pleno do mês de Junho, esqueceram disso e deixaram pra lá, só pensam em farra e não liga pra sua cidade só fica esculhambando, e não ajuda a melhorar, não busca saber o que está havendo na realidade ao seu redor, ao invés de melhorar ficam conformados e só contribuem, pq é o abandono deles que resulta no que vivenciamos hoje, espero que no futuro, tipo esse novo ano que está por vim as pessoas acordem mais, pq é triste o que acontece hoje.

  4. Cidadania.
    Esta palavra insistia em minha mente depois que eu comprei uma “inteira” para a minha filha estudante. Ela queria MUITO ir no show e eu queria muito evitar confusão.
    Lutar pelos direitos diante de tanto desrespeito é muito difícil e toma tempo.
    Os responsáveis pela venda de ingresso são grosseiros, mal educados. Conhecem a lei e escolhem não respeitá-la. Eles não se identificam pra nós, mas exigem nossa identidade e CPF! Para quê eles querem o CPF?
    Venci o cansaço e voltei várias vezes lá até conseguir comprar a meia entrada.
    Agradeço a Jorge e Marcolino da União dos Estudantes pelo seu empenho.

  5. e necessária a apresentação da carteira oficial?? o estudante com comprovante de matricula poderá ter acesso a meia entrada,ja que tal carteira só pode ser adquirida apos o pagamento de um certo valor absurdo…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
dezembro 2013
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031