BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

Teatro Popular de Ilhéus estreia “Sonhos” dia 10 de abril


O reencontro do Teatro Popular de Ilhéus com o público já tem local e data marcados. “Sonhos – o que restou de nós depois da tempestade” estreia dia 10 de abril (domingo), na cidade de Ipirá, Bahia. O espetáculo vai circular por 8 cidades do sertão baiano até o dia 27 de abril, apresentando-se gratuitamente em praça pública. O circuito ainda inclui os municípios de Pintadas, Conceição do Coité, Serrinha, Capim Grosso, Euclides da Cunha, Canudos e Uauá. A programação completa da turnê será divulgada em breve nas redes sociais e no site oficial do TPI, no link teatropopulardeilheus.com.br.

“Sonhos” é um espetáculo de rua, itinerante, que leva o público num passeio pela história do Teatro Popular de Ilhéus, suas montagens, suas estéticas e seus sonhos. A carroça do espetáculo “Uma certa Mãe Coragem” (2019) conduz o público e atores por três espaços distintos: O museu, o voo e o sonho. No museu estão recortes de uma memória em processo de construção. Cenas, personagens, músicas, figurinos, adereços e falas iniciais de alguns dos mais importantes espetáculos do grupo, desde 1995, na voz dos atores e atrizes que viveram as personagens. O voo é a representação da vivência do grupo na Tenda, seu espaço cultural entre 2013 e 2021, que caiu depois de uma forte tempestade no dia 26 de agosto de 2021. Imagens de espetáculos, público e experiências debaixo da lona são apresentadas, até que o circo voa, deixando em seu terreno o que restou destes mais de 26 anos de reinvenção do Teatro Popular de Ilhéus. De volta à carroça, o grupo voa para o sonho de construção de seu espaço, de seu teatro – ou re-teatro, ou teatro refeito. E os artistas põem mãos à obra para construir um espaço de afetos e sensibilidade, colocando na cena a memória recente da montagem de Sonho de uma noite de verão, interrompida pela pandemia.

O espetáculo-instalação “Sonhos – o que restou de nós depois da tempestade” é um experimento cênico que celebra o reencontro do Teatro Popular de Ilhéus com o público. A montagem tem dramaturgia e direção de Romualdo Lisboa e Luís Alonso-Aude. Composições e produção musical de Pablo Lisboa. Cenários, maquinaria, figurinos e adereços de Shicó do Mamulengo. No elenco, Tânia Barbosa, Iara Colina, Elisa Reichmann, Pablo Lisboa, Takaro Vítor e Aldenor Garcia. Iluminação e efeitos de Ely Izidro. Produção executiva de Rogério Matos.

A circulação

O projeto “Shakespeare no Sertão” chega agora à sua segunda edição. No ano de 2017, o Teatro Popular de Ilhéus apresentou no mesmo circuito o espetáculo “Medida por medida”, da obra de William Shakespeare. Nesta nova circulação, o grupo incluiu mais duas cidades na turnê – Conceição do Coité e Serrinha –, e leva na bagagem uma proposta de intercâmbio com grupos e artistas locais. O projeto “Shakespeare no Sertão” é financiado pela Secretaria de Cultura da Bahia (SECULT-BA) através do Edital Setorial de Teatro 2019 do Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FUNCEB), Governo do Estado da Bahia.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural privada, parcialmente mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, Governo do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas
abril 2022
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930