BLOG DO GUSMÃO

Menu

Siga-nos

SEGUNDO WAGNER, INVESTIGAÇÃO ATRASOU OBRAS DA NOVA PONTE

Governador Jaques Wagner. Foto: Blog do Gusmão/Thiago Dias.
Governador Jaques Wagner. Fotos: Blog do Gusmão/Thiago Dias.

Nesta segunda-feira (25), em Ilhéus, o governador Jaques Wagner autorizou o início de obras de pavimentação na cidade. No Palácio Paranaguá, ele falou sobre os empreendimentos planejados para a região.

Segundo o governador, uma requisição do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) atrasou as obras da nova ponte em quatro meses. O IPHAN exigiu que a área marinha onde a construção será erguida fosse investigada por um mergulhador-arqueólogo, para averiguar se havia algum elemento de relevância histórica no local. Nada foi encontrado.

Wagner lembrou do novo aeroporto de Ilhéus, que será construído às margens da rodovia Ilhéus-Itabuna. O solo do primeiro terreno escolhido para o empreendimento apresentou problemas que aumentariam seu custo em R$ 12 milhões. Uma segunda área na mesma estrada já foi providenciada para a obra.

O governador declarou que Ilhéus receberá um colégio universitário da Universidade Federal do Sul da Bahia. Outras 26 cidades serão beneficiadas, além das três sedes centrais (Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro) da UFSB. 

Rui Costa - secretário da Casa Civil do Estado.
Rui Costa, ex-secretário da Casa Civil do Estado.

Também na margem da Ilhéus-Itabuna, o governo vai erguer o Hospital Regional da Costa do Cacau. O ex-secretário da Casa Civil do Estado, Rui Costa, lembrou que a nova unidade médica aliviará a sobrecarga de pacientes do Hospital Geral Luiz Vianna Filho.

Rui Costa também falou sobre o Complexo Intermodal Porto Sul. De acordo com o ex-secretário, o governo espera que o IBAMA emita a licença de instalação do empreendimento até a metade desse ano. 

WhatsApp
Facebook
Twitter
Email
Print

5 respostas

  1. Quem construir o aeroporto na rodóvia Ilhéus/Itabuna, para beneficiar a cidade de Itabuna quem vem se desenvolvendo ao longo dos anos e ainda não tem um aeroporto. Só quem perde com esse novo aeroporto é a cidade de Ilhéus.

  2. Que me desculpem os crédulos e de boa fé, mas não acredito numa letra sequer desse discurso político midiático recitado com o olhar fixo nos votos da próxima eleição. Com muita propriedade, tendo o Jabes como mestre de cerimônias, palanque e catapulta para lançar e alavancar em Ilhéus a campanha do governador e fazer seu sucessor no Palácio de Ondina, ambos os candidatos estão fadados a uma enorme decepção.
    O governador poderia ter escolhido um melhor “merchandising man” e uma companhia menos “mala”. Voto não!

  3. Sem “panos quentes”, por favor! A vaia foi para os dois! portanto, que compartilharem essa manifestação de desagrado em cordial harmonia e equidade: Nem um apupo à mais ou a menos para um ou para o outro.
    O eufemismo da manchete é, no mínimo, condutiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Fique Informado

Assine a newsletter e receba as notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
É rápido. É fácil. É de graça.

Siga-nos
Mais lidas